• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto
  • MS Record
  • Rede Record
Operação contra Máfia dos Cigarros

Justiça revoga a prisão de oficiais da PM envolvidos na Máfia dos Cigarros

Operação Oiketicus desencadeada em maio e denominada 'Avalanche'

Gaeco prende 8 advogados e líder nacional de célula jurídica do PCC (Foto:Divulgação/Arquivo)

Sete oficiais da Polícia Militar, réus na etapa da Operação Oiketicus desencadeada em maio e denominada 'Avalanche', incluindo o ex-comandante do 3º Batalhão em Dourados, tenente-coronel Carlos Silva, tiveram a prisão revogada pela Justiça. Eles foram presos pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial e Repressão ao Crime Organizado).

A audiência realizada na sexta-feira passada (16), o Conselho Especial de Justiça ainda deliberou pela revogação das prisões preventivas dos oficiais coronel Kleber Haddad Lane, ex-comandante do DOF, tenente-coronel Josafá Pereira Dominoni (preso no comando da 5ª Companhia da PM de Campo Grande), tenente-coronel Wesley Freire de Araújo (que comandava a PM em Naviraí), major Luiz Cezar de Souza Herculano (que era comandante em Coxim) e tenente-coronel Jidevaldo de Souza Lima (que chefiava a 4ª Seção do Estado-Maior).

O judiciário determinou algumas medidas a serem tomadas em liberdade, como o afastamento das funções, proibição de comunicação entre os réus e também com as testemunhas, recolhimento domiciliar noturno (das 18h às 6h), manutenção do endereço atualizado e também de número de celular com WhatsApp, além de comparecimento aos atos processuais.

Veja Também