• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto

Polícia

Idosa perde joias avaliadas em R$ 500 mil e dinheiro após golpe de saque milionário

Homem relatou à vítima precisar de ajuda para sacar quantia milionária e ofereceu parte a ela

Quarta-feira, 18 Maio de 2022 - 11:32 | victoria oliveira


Idosa perde joias avaliadas em R$ 500 mil e dinheiro após golpe de saque milionário
Caso foi registrado na Depac-Centro (Foto: Arquivo/DD)

Idosa, de 83 anos, perdeu cerca de R$ 507 mil em joias e dinheiro após golpe de dinheiro milionário em Campo Grande. O caso ocorreu nesta terça-feira (17) e dois homens prometeram cerca de R$ 89 milhões caso a vítima ajudasse a sacar quantia de R$ 298 milhões que um dos suspeitos supostamente receberia.

Conforme a ocorrência, a idosa foi abordada por um homem, de aparentemente 59 anos, em frente ao Cemitério Santo Antônio, onde estão enterrados o pai e mais parentes da vítima, que alegou ser analfabeto e precisava sacar R$ 298 milhões.

O suspeito, que se identificou como Pedro, relatou à idosa que havia ganhado o dinheiro de uma família alemã que se encontrava em Campo Grande e mostrou, inclusive, suposto documento que confirmava o relato. Um outro homem, de aparentemente 40 anos e chamado Roberto, aproximou-se dos dois e afirmou conhecer amigo com mesmo sobrenome da família alemã.

Roberto disse a Pedro para esconder o documento, pois era "muito perigoso" por envolver muito dinheiro. O primeiro homem, então, ofereceu à idosa 30% do valor caso ela o auxiliasse a sacar o dinheiro. A vítima os convidou para ir até o veículo dela em decorrência do frio, porém afirmou que precisava ir até outro cemitério pagar taxas de limpeza.

O segundo suspeito afirmou conhecer um amigo com o mesmo sobrenome da família da qual Pedro disse que receberia o dinheiro e levou o outro homem a vítima a pé até um escritório do amigo.

No local, outro comparsa, de 45 anos, disse que estava com pressa para ir até o hospital, uma vez que estava com parentes doentes e que até duas horas votaria no suposto escritório para resolver a situação. Os três, então, foram juntos com a idosa até o cemitério Parque das Primaveras e ali foram ludibriando a vítima.

Pedro pediu à idosa uma forma de demonstrar confiança e a vítima foi até banco sozinha enquanto o trio esperava na Praça Ari Coelho, sacou cerca de R$ 5 mil com o gerente da instituição e depois no caixa eletrônico, na saída do banco, ainda sacou o valor de R$2 mil reais.

Pedro pediu para ver o dinheiro e o guardou numa bolsa. Ele, ainda pediu para ver posses da vítima, pois ainda não confiava nela, momento em que a idosa contou que tinha joias. O homem sugeriu que ela fosse até a residência dela e lhes trouxessem as joias.

Os autores esperaram na mesma praça e a vítima foi até o seu apartamento, pegou mostruário de joias avaliadas em R$500 mil e as levou até os criminosos. Ela relatou que Pedro pegou as joias e as guardou na bolsa do dinheiro.

O trio resolveu levar a idosa de volta para o suposto escritório, porém Roberto quem dirigiu o carro. No meio do caminho, o motorista disse que iria parar o carro no escritório dele, para levantar alguns documentos para ajudar Pedro.

Eles seguiram com o carro até rua sem saída, próxima à Avenida Fernando Correa da Costa, pararam o automóvel e disseram que para idosa aguardar que já voltariam. Os três suspeitos saíram do local e tomaram rumo ignorado. Ainda, enquanto estava na espera do suspeitos, outro veículo parou ao seu lado e a impossibilitou de sair dali.

A idosa percebeu que havia caído em golpe e perdido as joias e a quantia em dinheiro. Ela afirmou que não se recorda do endereço final dos suspeitos. O caso segue em investigação e foi registrado na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) do Centro como estelionato a idoso.