• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto
  • MS Record
  • Rede Record
Violência

Homem que matou gato da ex-esposa por não aceitar a separação é liberado pela Justiça

Homem de 40 anos matou animal a socos a estava preso em delegacia

(Foto: Divulgação)

O homem de 40 anos que foi preso em flagrante após matar de forma brutal o gato de estimação da ex-esposa por não aceitar o fim da relação já está em liberdade. Ele foi liberado após audiência de custódia nesta sexta-feira, 30 de Outubro.

O crime foi praticado na madrugada  de quinta-feira, 29 de Outubro, no Residencial Ramez Tebet, em Campo Grande (MS). O acusado teria chegado na casa embriagado, invadido o imóvel e tentado agredir fisicamente a ex-esposa que foi defendida pelo filho.

Em seguida, ele pegou o gato de estimação e começou a agredir o animal com socos. O gato não resistiu aos ferimentos e acabou morrendo.

A Polícia Militar foi acionada e ao chegar ao local encontrou o homem dormindo dentro de um carro estacionado no quintal. Ele foi preso em flagrante e encaminhado para a delegacia de Polícia Civil.

Diante do juiz na audiência de custódia, ele confessou o crime. O homem disse ainda ter animais e trata-los com amor. Ele não conseguiu explicar os motivos pelos quais atacou o gato com tanta brutalidade.

Apesar de estar em liberdade ele não pode mais se aproximar da casa ou da ex-mulher, sob pena de voltar para a prisão.

Veja Também