• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto
  • MS Record
  • Rede Record
Pandemia

Guarda Civil manda mais de 500 ‘furões’ para casa

Em uma conveniência no Parque São Jorge da Lagoa, mais de 130 pessoas estavam aglomeradas

(Foto: Divulgação/Guarda Civil)

A Guarda Civil Metropolitana flagrou mais de 500 pessoas furando o toque de recolher entre a noite de sexta-feira e madrugada deste sábado, 13 de Fevereiro, em Campo Grande (MS). O recolhimento obrigatório foi reduzido em uma hora, passando a vigorar das 23h às 5h.

Em uma conveniência do Parque São Jorge da Lagoa, região sul da Capital, a Guarda encontrou mais de 130 pessoas aglomeradas. Elas foram orientadas a voltar para casa e o estabelecimento fechou as portas.

Neste período de carnaval, está em vigor decreto que proíbe o consumo de produtos e bebidas em lojas de conveniência, visando evitar a aglomeração nestes estabelecimentos. As medidas foram tomadas para conter a Covid-19.

Guarda Civil fiscaliza cumprimento de decretos municipais (Foto: Divulgação)

A Guarda Civil também interrompeu quatro festas clandestinas e atendeu oito denúncias de aglomerações. Houve ainda a abordagem a 533 veículos e 14 notificações. Três motoristas estavam com documento do veículo vencido, três não tinham CNH e dois dirigiam embriagados.

A operação da Guarda Civil também contou com apoio da Vigilância Sanitária, Polícia Militar e Agência Municipal de Transporte e Trânsito (Agetran).