• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto
  • MS Record
  • Rede Record
Aglomeração

“Festa de aniversário” com 600 pessoas termina com organizador preso

Rapaz de 20 anos era o responsável pela festa

(Foto: Divulgação)

A Guarda Municipal de Dourados, com apoio da Polícia Militar, encerrou uma festa clandestina com cerca de 600 pessoas na madrugada deste domingo (08), em uma chácara no distrito de Vila Vargas .

A festa em rave foi organizada por um jovem de 20 anos . O responsável pela aglomeração foi preso e encaminhado para a delegacia de Polícia Civil.

No local havia uma "mega" estrutura para shows com som, iluminação, DJ e Telão de LED. O jovem, que já responde por infração a medidas sanitárias, alegou estar comemorando seu aniversário. A chácara teria sido alugada para o sábado e domingo por R$ 1.400,00. O jovem ainda alegou ter gasto R$ 5 mil na estrutura de som, iluminação e telão.

Pela entrada na festa, foi cobrado R$ 30,00 dos homens e cada participante foi responsável por levar sua bebida. Diante da situação o organizador foi preso e encaminhado à Delegacia de Polícia Civil onde irá responder pelo crime do Art.268 código penal.

De acordo com a comandante da GMD, Liliane Graziele Cespedes de Souza Nascimento, a fiscalização ocorreu após denúncia no Centro de Controle e Comunicação. "Com isso as equipes se dirigiram para o local e encontraram diversas pessoas descumprindo as medidas de biossegurança, previstas em decreto, sem máscaras e sem a disponibilização de álcool em gel", destacou.

Informação Extra

Apenas este ano, o Centro de Controle e Comunicação da GMD realizou 1.613 fiscalizações de casos de infrações de Covid-19 e recebeu mais de 7 mil denúncias. A festa clandestina ocorreu em um momento em que Dourados registra mais de 38 mil casos de Covid-19 confirmados e trabalha para ampliar a vacinação contra a doença.

(Informação Dourados Agora)