• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto
  • MS Record
  • Rede Record
Imunização

Primeira criança é vacinada contra Covid-19 em SP

David, criança indígena da etnia Xavante, do MT, foi a primeira criança a receber a vacina da Pfizer

Foto Divulgação

O governo de São Paulo aplicou, nesta sexta-feira (14), a primeira dose da vacina contra a Covid-19 da campanha de vacinação infantil em uma criança indígena de 8 anos. A campanha, que abrange a faixa entre 5 e 11 anos, teve início no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. A expectativa do governo é vacinar 4,3 milhões de crianças em três semanas. O governador João Doria (PSDB) acompanhou o início do processo.

O menino David, de 8 anos, criança indígena da etnia Xavante, do Mato Grosso, foi a primeira criança brasileira a receber a vacina da Pfizer, no mesmo local em que foi imunizada contra a Covid-19 a enfermeira Mônica Calazans, no dia 17 de janeiro de 2020. Ele está em tratamento em São Paulo.

Vacinação infantil

De acordo com o Ministério da Saúde, será necessária a autorização dos pais para a vacinação de crianças de 5 a 11 anos contra a Covid-19 ou a presença de um deles no momento da aplicação. No caso de um dos responsáveis no ato da imunização, haverá dispensa do termo por escrito.

A campanha para esse público deverá começar no início da semana, de acordo com o calendário de cada município, pelo grupo prioritário, como crianças com comorbidades e deficiências permanentes. "A orientação é que os pais procurem a recomendação prévia de um médico antes da imunização", afirma a pasta em nota.

Segundo a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), a dose para crianças não deve ser administrada ao mesmo tempo que outras vacinas do calendário infantil por precaução. A Anvisa recomenda um intervalo de 15 dias para a aplicação de outro imunizante.

O primeiro lote com 1,2 milhão de doses para uso pediátrico da Pfizer chegou ao país na quinta-feira (13) e a previsão é distribuir os imunizantes de acordo com o número de crianças de cada unidade da federação.