• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto
  • MS Record
  • Rede Record
Meio Ambiente

Macaco queimado no Pantanal ganha enterro simbólico em desagravo à natureza; veja vídeo

No Pantanal, áreas atingidas pelo fogo já chegam a 216 mil hectares, segundo o Corpo de Bombeiros

Animais queimados na região pantaneira (Fotos: Divulgação)

Policiais militares ambientais e bombeiros trabalham no combate aos focos de incêndio no Pantanal sul-mato-grossense. No meio de cenário de devastação, eles se deparam com animais queimados e, nesta segunda-feira, 23 de Agosto, fizeram o enterro simbólico de um macaco como um desagravo à natureza.

“Foi chocante para todos nós”, relatou um dos homens que atua na missão ao falar sobre os animais queimados encontrados durante as ações de combate ao fogo. A imagem do macaco agarrado ao galho da árvore carbonizado é de fato, chocante.

O enterro do animal, inclusive, foi filmado pelos trabalhadores. Veja abaixo:

Além do macaco, dois tatus queimados foram encontrados na mesma região. Os animais foram encontrados na região de Bela Vista — fronteira de MS com o Paraguai.

Na semana passada, na região de Corumbá, os bombeiros salvaram uma cobra do meio das chamas.

Os trabalhos continuam em áreas nos municípios de Água Clara, Brasilândia, Bela Vista, Porto Murtinho e Corumbá. No Pantanal, as áreas atingidas pelo fogo já chegam a 216 mil hectares, segundo o Corpo de Bombeiros de MS.

Veja Também