• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto
  • MS Record
  • Rede Record
Operação Omerta

Jamil Name já está preso por tempo indeterminado

O empresário Jamil Name e o filho dele Jamil Name Filho estão em prisão preventiva, sob acusação de comandar grupo de extermínio e devem permanecerem presos por tempo indeterminado. O titular do Garras delegado Fabio Peró, (Delegacia Especializada de Repressão a Roubo a Banco, Assalto e Sequestros) confirmou que os dois empresários devem ser conduzidos para a sede do Garras.

A operação na manhã de hoje é resultado da prisão do guarda municipal Marcelo Rios no dia 19 de maio além de outros dois guardas municipais e um segurança do empresário. Jamil name estaria mantendo arsenal formado por dois fuzis AK-47, quatro calibre .556, uma espingarda calibre 12, 17 pistolas, um revólver e várias munições, além de silenciadores, lunetas e bloqueadores de sinal de tornozeleiras eletrônicas em uma casa na Rua José Luiz Pereira, no Jardim Monte Líbano. 

De acordo com informações do Gaeco Jamil Name também estaria obstruindo a investigação que o apontava como chefe de um grupo de extermínio responsável por três execuções em Campo Grande. O processo tramita em sigilo na 3º Vara Criminal de Campo Grande.

Veja Também