• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto
  • MS Record
  • Rede Record
Vacinação

Deficientes visuais podem ter cartão de vacinação em braile

Solicitação foi protocolada nessa semana na prefeitura da Capital

(Foto: Divulgação)

O vereador Professor Riverton (DEM), vice-presidente da Comissão Permanente de Acessibilidade, protocolou pedido junto à Prefeitura de Campo Grande e à Secretária Municipal de Saúde da Capital pedido para  elaboração de cartão de vacinação em braile, para auxiliar as pessoas com deficiência visual. O objetivo é oferecer mais independência no momento da imunização.

 “É a comunicação que faz com que as pessoas se sintam iguais e ter um cartão em braile é importante para a inclusão dos cegos e deficientes visuais que não precisaram depender de amigos ou parentes para saber qual vacina tomou e quando precisará tomar a segunda dose”, explica o parlamentar que foi o pioneiro a solicitar a priorização de profissionais de educação na imunização contra a Covid-19.

Na última atualização do Censo do IBGE de 2010, havia em Campo Grande mais de nove mil deficientes visuais (cegos). “O secretário de Saúde José Mauro já nos ajudou na priorização dos profissionais de Educação e lactantes sem distinção de idade e acredito que ele irá nos apoiar na produção de cartão da vacinação em braile”, disse Professor Riverton.

Veja Também