• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto
  • MS Record
  • Rede Record
ELVERSON CARDOZO

Jornalista e mestre em Comunicação. Possui experiência com reportagem, produção de conteúdo jornalístico e publicitário, blogs, gerenciamento de mídias sociais. Atento às questões LGBTs, escreve sobre diversidade sexual e de gênero há 7 anos.

Minhas Redes Sociais:

Competição digital de drags terá desafios temáticos sobre arte e cultura de MS

Seis drag queens de Mato Grosso do Sul estão disputando o título de Pantanal SuperStar deste ano, durante a 6ª edição da Corrida das Drag - evento independente, que reúne o público de RuPaul Drag Race para assistir as temporadas da competição em Campo Grande. A diferença é que, desta vez, a disputa será online, via live no Facebook. A transmissão começa neste sábado (27), a partir das 19h. Os outros episódios vão ao ar, pelo mesmo canal, em julho, nos dias 4/7, 11/7, 18/7 e 25/7.

Participam da disputa as drags Becky Jhow, Bionda, Compacta Baudelaire, Dan, Halley Star e Manuela Confuzza. Nesta primeira versão digital, após a exibição de cada episódio, elas terão alguns dias para fazerem sessões de fotos baseadas em desafios temáticos relacionados à arte e cultura sul-mato-grossense. A inspiração para o formato é o programa America’s Next Top Model.

Os ensaios serão divulgados ao público semanalmente, via live, com a eliminação de uma candidata a cada transmissão a partir de critérios adotados pelos jurados: Rana Foratto e Andrômeda Black, além das apresentadoras Meriju Silva e Pam Venus. A produção é de Thyssmy Kyssmy.

As provas, secretas, serão reveladas ao público no dia da eliminação. A drag vencedora ganhará um prêmio de R$ 300,00 em dinheiro e um voucher de R$ 150,00 em produtos de sex shop.

O início  - A Corrida das Drag começou em 2016, para o público assistir a 8ª temporada da competição. A cada reunião uma drag nova da cidade, que ainda não tinha muito espaço nas boates, se apresentava e ganhava notoriedade pelos donos de casas noturnas. Assim, elas conseguiam trabalho e visibilidade na cena. Em 2018, a iniciativa virou competição.

(Com assessoria)


DEIXE SEU COMENTÁRIO