• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto
  • MS Record
  • Rede Record

IFMS ofertará curso de qualificação profissional voltado ao empreendedorismo

Atividades se iniciam no ano que vem, com a oferta de 500 vagas; curso terá carga horária de 160h e duração de três meses

(Foto: Divulgação/Arquivo)

O Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS) é uma das instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica ofertantes do “Qualifica Mais Progredir”, promovido pelos ministérios da Educação e da Cidadania. 

A iniciativa consiste em uma linha de fomento para a oferta de cursos de qualificação profissional de Microempreendedor Individual (MEI) voltados a beneficiários do Programa Auxílio Brasil. 

O público-alvo são beneficiários do novo programa, que tenham 18 anos ou mais, ensino fundamental completo e residam nas cidades prioritárias indicadas pelo Ministério da Cidadania. A adesão do IFMS ao "Qualifica Mais Progredir" foi feita de acordo com os termos do chamamento público para a linha de fomento. 

As atividades serão realizadas em Campo Grande, única cidade de Mato Grosso do Sul a oferecer o curso, no campus do IFMS. A previsão é de que sejam ofertadas 500 vagas ao longo do próximo ano, com 12 turmas formadas por 42 alunos.

Com aulas no período noturno, o curso terá início entre fevereiro e março. As atividades terão duração de três meses e carga horária de 160h. 

“A oferta do curso Microempreendedor Individual vai ao encontro de nossos objetivos, valores e missão institucional, na medida em que possibilita a formação profissional inicial e continuada e ainda contribui de forma efetiva na ascensão social de beneficiários do Auxílio Brasil”, comenta o diretor-geral do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) no IFMS, Anderson Corrêa. 

“Isso faz com que os participantes possam, a partir de uma formação de qualidade, se inserir no mundo do trabalho, seja por meio do emprego e/ou de ações/práticas empreendedoras, colaborando com o desenvolvimento local”, complementa.

Recursos – O montante destinado ao Instituto Federal é de R$ 800 mil. A expectativa é de que os alunos recebam auxílios transporte e alimentação no valor R$ 640 para participação nas atividades, valores que poderão sofrer alteração. 

Parte do montante previsto já foi destinada ao IFMS via Termo de Execução Descentralizado (TED), para início da oferta. Já os editais para os bolsistas que atuarão no “Qualifica Mais Progredir” estão em fase de elaboração. 

Atualmente, o curso Microempreendedor Individual passa por processo de elaboração. O projeto pedagógico foi elaborado e se encontra em tramitação interna.

Parceria – No momento também estão sendo finalizados acordos de cooperação envolvendo a Fundação do Trabalho de Mato Grosso do Sul (Funtrab) e a Subsecretaria de Políticas para a Juventude (SubJuv). A ideia é de que as entidades parceiras encaminhem os estudantes para participação no curso, respeitando os critérios do “Qualifica Mais Progredir”. 

Existe a possibilidade de que - caso haja vagas não ocupadas, mesmo após a formalização dos termos de cooperação -, elas possam ser disponibilizadas por meio de sorteio. 

Qualifica Mais Progredir - Em todo o país, a iniciativa contempla 100 localidades, onde há maior número de beneficiários do programa de distribuição de renda do Governo Federal. A oferta exige que as prefeituras e equipamentos do Sistema Único de Assistência Social (SUAS) das cidades prioritárias auxiliem na mobilização dos alunos. 

Em âmbito nacional está prevista a pactuação de 23.500 vagas ainda em 2021. Os cursos terão início em 2022 e serão ofertados na modalidade presencial.

Mais informações estão disponíveis na página do “Qualifica Mais Progredir”.