• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto
  • MS Record
  • Rede Record
Campo Grande

Após denúncia, centenas de manequins são retirados de terreno por empresa de reciclagem

Manequins foram descartados de maneira irregular em área próxima à BR-262, no Tarumã

(Foto: Marco Miatelo)

Uma empresa privada de coleta de recicláveis retirou, na tarde desta quarta-feira (6), as centenas de manequins que tinham sido descartados em uma área próxima à BR-262, no fim da Avenida Marginal Lagoas, no Jardim Tarumã, em Campo Grande. Segundo informado, os bonecos foram levados para o aterro sanitário.

A área se tornou uma espécie de “lixão” a céu aberto onde tem sido descartado restos de construção, entulhos e até os manequins como denunciou uma leitora.

Após a repercussão, na tarde de hoje, quando a equipe do Diário Digital chegou no terreno, a empresa com dois caminhões estava terminando de recolher os manequins e funcionários informaram apenas que tinham sido contratados para retirar o material e encaminhar ao aterro sanitário.

Um professor de artes que viu a reportagem estava no local, mas chegou tarde. “Quando eu vi as notícias, na hora quis vir aqui porque os manequins serviriam para um projeto que estamos fazendo com crianças da escola municipal onde dou aula. É uma pena que alguém jogue isso assim, ao invés de doar ou descartar corretamente”, disse Lantieri de Souza, de 50 anos.

O professor estava acompanhado da pedagoga Ellen Cristina Fernandes, de 34 anos, que também lamentou. “Mais um pouco e chegaríamos a tempo de dar um destino diferente para, pelo menos, uns quatro manequins”, disse.

A Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos (Sisep) foi acionada e ainda não há informações sobre a empresa responsável pelo descarte. Conforme Lei 2.909 (Código de Polícia Administrativa do Município de Campo Grande), a multa por descarte irregular de lixo varia de R$ 1 mil a R$ 8.748.

Doação – Quem tiver manequins para doar ao professor de artes de uma escola municipal de Campo Grande para a elaboração de um presépio pode entrar em contato via telefone, pelo número (67) 9 8148-6949.

Veja Também