• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto
  • MS Record
  • Rede Record
Morte a esclarecer

Suspeito de envolvimento na morte do taxista é preso

Adolescente de 14 anos também estaria envolvido; o crime pode ter sido latrocínio, isto é, roubo seguido de morte

Sidnei Peixoto pode ter sido vítima de latrocínio (Foto: Divulgação)

Um homem que teria sido o último passageiro do taxista Sidnei Peixoto, o Sid, de Amambai (MS), encontrado morto na terça-feira (26) foi preso. A vítima desapareceu após ter aceitado a corrida feita pelo homem para ir até uma aldeia.

Além disso, o site Ponta Porã News também apurou que um indígena, de 14 anos, estaria envolvido no crime que para a polícia, pode ter sido um latrocínio, isto é, roubo seguido de morte.

Sidnei foi encontrado em uma aldeia entre Amambai e Coronel Sapucaia (MS), região de fronteira com o Paraguai. Além disso, antes de ser morto, ele foi agredido.

O veículo que usava, modelo Toyota Yaris 2020 de cor prata, foi apreendido com o suspeito do crime em Capitán Bado, no Paraguai, pela Polícia Nacional daquele país.

De acordo com a polícia, a vítima teria sido esfaqueada e o caso segue em investigação pela Polícia Civil de Amambai.

Veja Também