• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto

Polícia

Quadrilha que fez "arrastão" em Dourados já furtou cerca de 60 caminhonetes em MS e MT

De acordo com informações policiais, a empreitada criminosa já ocorreu anteriormente na cidade, durante Expoagro

Sábado, 22 Junho de 2024 - 09:09 | Thays Schneider


Quadrilha que fez "arrastão" em Dourados já furtou cerca de 60 caminhonetes em MS e MT
De acordo com informações policiais, a empreitada criminosa já ocorreu anteriormente na cidade, durante Expoagro (Foto Osvaldo Duarte/Dourados News)

Investigações apontam que a quadrilha responsável pelo ‘arrastão’ em Dourados, ocorrido na madrugada de quinta-feira (20), já furtou cerca de 60 caminhonetes entre Mato Grosso do Sul e Mato Grosso. O grupo é especializado na subtração de caminhonetes da marca Toyota.

De acordo com informações policiais, a empreitada criminosa já ocorreu anteriormente na cidade, durante Expoagro. A partir de então, equipes do SIG (Setor de Investigações Gerais) e PRF (Polícia Rodoviária) passaram a investigar o grupo criminoso.

Inclusive, a equipe policial se preparava para uma possível ação do grupo durante um novo evento e, quando iniciaram os furtos na quinta-feira, a hipótese era de que eles agiriam na região do Parque Alvorada, durante a Festa Junina.

Até o momento, foram presos Emerson Paes dos Santos, 37; Matheus Bruno França de Oliveira, 26; e Vitor Lucas Faleiro Facio, 29; sendo que este último está preso no Mato Grosso. A polícia investiga outros possíveis envolvidos, inclusive um presidiário, que pode ser o mandante dos crimes.

Outro ponto destacado pelo delegado do SIG, Erasmo Cubas, responsável pelo caso, é de que não há qualquer indício que aponte a participação de um morador de Dourados na ação criminosa, ou seja, todos os integrantes eram do outro Estado.

Questionado se a quadrilha tinha alvos pré-definidos ou aleatórios, o delegado Cubas cita que, durante as investigações, foi possível identificar um carro que estaria apoiando o grupo criminoso.

(Com informações Dourados News)

 

 

SIGA-NOS NO Google News