• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto
  • MS Record
  • Rede Record
Violência

Pedreiro morto em atentado violento estava consertando o carro

Trio armado matou outras duas pessoas a tiros em bairro da Capital

Marco Antônio Cavalcante foi o primeiro a ser morto (Foto: Reprodução – Facebook)

Um dos três mortos no atentado praticado na madrugada deste sábado, 31 de Outubro, no Jardim Sumatra, em Campo Grande (MS), o pedreiro Marco Antônio Cavalcante Américo, de 36 anos, estava consertando seu veículo, um Ford Escort quando foi executado.

A informação é de testemunhas que conheciam a vítima, mas não afirmam não saber o motivo da execução. Além de Marco Antônio que, segundo as apurações preliminares, seria o alvo principal do atentado, também foram mortos Weslley da Silva Rodrigues Alves, de 20 anos, e Alex Vilhagra Ifran, de 24 anos.

Wesley estava com Marco Antônio perto do carro quando os executores chegaram. Eram dois homens e uma mulher, todos armados. Eles atiraram em Marco Antônio e depois em Weslley.

Já Alex Vilhagra estava chegando ao local quando viu a ação do trio. Ele foi morto a tiros por que os bandidos não queriam deixar testemunhas do fato. A namorada de Alex escapou por pouco.

A jovem contou à polícia que após atirarem em Alex, o trio deixou o local em um veículo semelhante a um Renault Sandero, mas retornaram e tentaram matá-la, mas a pistola falhou.

As polícias civil e militar trabalham no caso. Não há , por enquanto, informações mais detalhadas sobre os criminosos.