• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto
  • MS Record
  • Rede Record
Violência na Fronteira

Confronto deixa 8 mortos em Ponta Porã

Todos os mortos seriam integrantes da facção criminosa PCC

Foto Ponta Porã informa

 Na noite desta segunda-feira (11) Policiais Civis do Setor de Investigações Gerais da Delegacia de Ponta Porã e do Garras - Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Sequestro – em investigação visando reprimir ações de organizações criminosas atuantes na região, identificaram uma residência localizada no bairro Julia Cardinal, próximo à UEMS, que seria utilizada pelo grupo. A organização estaria envolvida em dois recentes homicídios na região de Sanga Puitã e nas proximidades da linha internacional. 

No local as equipes constataram intensa movimentação de pessoas ligadas à facção, bem como indivíduos armados. As investigações apontaram que o local servia de esconderijo para armamento de grosso calibre.

Ao procederem a entrada tática, as equipes da Polícia Civil foram recebidas à tiros pelos indivíduos, sendo necessário repelir a injusta agressão. Após intensa troca de tiros, seis indivíduos ligados à organização criminosa foram feridos, sendo imediatamente socorridos pelas equipes policiais ao Hospital Regional de Ponta Porã. Todavia, os seis indivíduos acabaram vindo à óbito, dos quais apenas um fora qualificado até o presente momento como sendo Oscar Prieto Davalo (23). Dois indivíduos conseguiram fugir pelos fundos da residência.

No local foram apreendidos um fuzil e uma pistola utilizados pelos criminosos. A perícia técnica foi acionada e o Delegado Alcides Bruno Braum se encontra presente no local acompanhando os procedimentos.

Os foram corpos encaminhados ao IML para a identificação e realização de exame necroscópico.