• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto
  • MS Record
  • Rede Record

Rally da Safra avalia lavouras de soja precoce

O Rally da Safra, principal expedição técnica privada que avalia a safra de grãos no Brasil, estará em Campo Grande neste domingo, dia 27. A Equipe 3 da expedição técnica deixa a capital do Estado na segunda-feira com destino a Chapadão do Sul para avaliar áreas de soja no Norte do Estado. A Equipe 2 esteve no Sul do Estado durante esta semana, onde as lavouras foram afetadas pelas altas temperaturas e chuvas irregulares que vêm ocorrendo desde meados de dezembro, acentuando as perdas.

A Agroconsult, organizadora do Rally, estima que, no Sul do Mato Grosso do Sul, a produtividade deve ser reduzida em 11,5% - saindo de 59,9 sacas por hectare em 2017/18 para 53 na safra 2018/19 - devido ao clima seco entre o fim de novembro e meados de dezembro e também à chuva irregular desde então.

As lavouras precoces, assim como o ocorreu no Paraná, foram as mais atingidas. “No Norte do Mato Grosso do Sul a situação é melhor, porém ainda preocupante. Há alguns bolsões mais secos e o Rally irá a campo justamente para dimensionar o tamanho das perdas.”, avalia André Debastiani, coordenador da Equipe 3 e sócio analista da Agroconsult.

A expedição técnica estima percorrer mais de 100 mil quilômetros neste ano. A área avaliada pelos técnicos corresponde a 95% da produção de soja e 72% de milho no País. A previsão pré-Rally da Safra brasileira é de 117,6 milhões de toneladas de soja, a ser confirmada pelos técnicos em campo.

Equipes em campo - Nesta 16ª edição do Rally serão 12 equipes em campo, das quais nove avaliarão as lavouras de soja até o mês de março. Outras três irão a campo entre maio e junho para verificar as áreas de milho segunda safra. O levantamento acontecerá nos 14 principais estados produtores: Mato Grosso, Paraná, Mato Grosso do Sul, Goiás, Minas Gerais, São Paulo, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Bahia, Maranhão, Piauí, Tocantins, Rondônia e Pará.

Além das avaliações em campo, a expedição fará dez eventos regionais e encontros com produtores para debater as condições da safra brasileira. A expedição estima percorrer mais de 95 mil quilômetros neste ano.

Os trabalhos em campo começaram com a Equipe 1 no dia 14 de janeiro em Sinop/MT. Os técnicos percorreram o Médio-Norte e Oeste do estado do Mato Grosso até 19 de janeiro, coletando informações da soja de ciclo precoce.

A Equipe 2 visitou as regiões Norte e Oeste do Paraná entre 21 e 23 de janeiro. Depois seguiu para o Mato Grosso do Sul cobrindo toda a região Sul até chegar em Campo Grande/MS, finalizando a etapa no dia 26 de janeiro.

Os técnicos da Equipe 4 retornam ao Mato Grosso entre os dias 04 e 08 de fevereiro, visitando às regiões Médio-Norte (Nova Mutum, Lucas do Rio Verde e Sorriso) e Oeste (Campo Novo do Parecis, Sapezal), chegando até Rondônia para avaliar as lavouras de ciclo médio/tardio.

Na sequência, entre os dias 11 e 14 de fevereiro, a Equipe 5 seguirá para o Nordeste do Mato Grosso, finalizando o levantamento de soja no Estado, e irá também até o Pará.

A Equipe 6 estará em São Paulo entre os dias 17 e 19 de fevereiro e nos dias 20 e 21 no Paraná. O Tocantins receberá a Equipe 7 nos dias 23 e 24 de fevereiro. Entre 25 e 28 de fevereiro, os técnicos estarão em Minas Gerais e Goiás.

A Equipe 8 avaliará lavouras de soja no Nordeste e Norte do Brasil avaliando lavouras nas regiões do Oeste da Bahia, Sul do Piauí, Maranhão e Tocantins entre os dias 11 e 16 de março.

A expedição permanecerá no Sul até de 18 a 23 de março com a Equipe 9 visitando áreas no Oeste de Santa Catarina e nas regiões do Planalto e Missões do Rio Grande do Sul.

Nesta edição, outras três equipes avaliarão o milho segunda safra entre os dias 06 de maio e 07 de junho no Mato Grosso, Goiás, Mato Grosso do Sul e Paraná.

Organizado pela Agroconsult, o Rally da Safra 2019 chega à 16ª edição com patrocínio do Banco Santander, FMC, Corteva Agriscience, OCP, VLI, Amarok / Volkswagen,  com apoio da FIESP, Fundação Agrisus, WebMotors, Universidade Federal de Viçosa e Universidade Federal do Mato Grosso.

O trabalho das equipes e o roteiro completo da expedição poderão ser acompanhados pelo site www.rallydasafra.com.br, com informações atualizadas diariamente no www.twitter.com/RallydaSafra e www.facebook.com.br/RallydaSafra