• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto

Geral

Militar preso em operação contra pedofilia

Quarta-feira, 06 Fevereiro de 2019 - 07:19 | Redação


Um militar da Marinha, 65 anos, foi preso preso nessa manhã (06) em Campo Grande, durante a operação ‘Inocência Violada’, que tem como objetivo combater o armazenamento e compartilhamento de arquivos contendo cena de sexo explícito ou pornografia envolvendo criança ou adolescente. Além do militar outras duas pessoas foram presas na Cidade Morena e um em Naviraí, somente nesta manhã. As investigações aconteciam desde abril de 2018 e já tinha um homem preso, que residia no município de Jardim. 

Ao todo foram cumpridos 11 mandados de busca e apreensão sendo: sete mandados em Campo Grande, um em Chapadão do Sul/MS,um Jardim/MS, um em Miranda e um em Nviraí/MS. Foram apreendidos computadores, celulares entre outros equipamentos eletrônicos. "Em cada material apreendido foram encontrados cerca de 200 á 300 arquivos de pedofilia nos computadores de cada preso", elata do delegado Fernando Rocha. 

O trabalho investigativo teve início em abril de 2018 a partir do monitoramento da rede mundial de computadores, que identificou usuários que estariam acessando arquivos de pedofilia. Vale ressaltar que o progama utilizado pelos peritos durante a operação foi desenvolvidos pelos técnicos de Mato Grosso do Sul. 

Nome - A operação foi batizada de “Inocência Violada” em alusão às vítimas do crime investigado.

Matéria atualizada ás 11h07 para acréscimo de informação

SIGA-NOS NO Google News