• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto
  • MS Record
  • Rede Record
Descumprimento de decreto

Fiscalização resulta em dez autuações e cinco interdições na Capital

Foram realizadas 25 interdições em locais que descumpriram a biossegurança

(Foto: Guarda Municipal/ PMCG)

Dez estabelecimentos foram autuados e cinco interditados no fim de semana, durante a Operação Integrada “Fim de Festa”, em Campo Grande.

As autuações foram em decorrência ao descumprimento das medidas de biossegurança estabelecidas em decreto para conter o avanço da Covid-19 em Campo Grande. O trabalho é realizado por fiscais da Vigilância Sanitária, com apoio de agentes da GCM, Semadur, Agetran e Procon.

Em duas noites, sábado (26) e domingo (27), foram fiscalizados 634 estabelecimentos e expedidos dez autos de infração, que podem acarretar em advertência, multa ou interdição. Dos  dez estabelecimentos autuados, cinco foram interditados por aglomeração.

O primeiro local interditado foi uma tabacaria, na Vila Carvalho, por funcionar em horário proibido e com aglomeração de pessoas.  Um bar, na Avenida Afonso Pena, região central, também foi interditado por estar com a capacidade de ocupação acima da permitida.

O terceiro estabelecimento foi interditado no sábado, no Aero Rancho, por promover aglomeração.

No domingo, os agentes fecharam duas tabacarias, nos bairros  Amambaí e  Aero Rancho, ambas por aglomeração.

Operação fim de festa

A Operação Fim de Festa teve início no dia 17 de junho em cumprimento ao Decreto Municipal nº 14.763, de 14 de Junho de 2021, que versa sobre a intensificação das ações de fiscalização em bares e restaurantes.

Até ontem, dia 27 de junho, foram realizadas 25 interdições em locais que descumpriram  as normas de biossegurança.


Considerando 25 interdições em 179 locais abordados diretamente pelas equipes, significa que em apenas 14% houve necessidade dessa penalidade, mostrando que maioria dos estabelecimentos comerciais estão atendendo as normas sanitárias vigentes.

Conforme os dados apresentados, verificou-se que bares, conveniências e tabacarias são as atividades que mais apresentaram irregularidades sanitárias, correspondendo a 24 das 25 interdições (96%)

Em relação à distribuição geográfica, as regiões do centro o do  Anhanduizinho foram as que mais  apresentaram interdições, representando juntas 52% das interdições em toda a cidade no período.

Foram realizadas 20 autuações no primeiro final de semana da operação, (17 a 20 de junho) e 15 no segundo final de semana (24 a 27 de junho). Ou seja, mesmo com a ampla divulgação do aumento das fiscalizações, ainda assim alguns estabelecimentos insistiram em funcionar provocando aglomeração no segundo final de semana da operação.

Veja Também