• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto
  • MS Record
  • Rede Record

Festa anima economia e famílias de Anhandui

Buscando fomentar a economia e atrair olhares para o distrito de Anhandui, a Prefeitura de Campo Grande, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (Sedesc) e em parceria com a subprefeitura local, deu início a 2ª Festa do Doce e da Pimenta na tarde de ontem (7).

“É um prazer para nós estarmos aqui, prestigiando e dando forças para que esse distrito. Espero que seja um evento que traga muita felicidade para todas as famílias daqui. Está aberta e sancionada para o resto da administração dessa cidade a festa oficial do doce e da pimenta que deverá ocorrer todos os meses de dezembro”, disse o prefeito Marquinhos Trad.

O evento que se encerra apenas às 22h deste domingo, conta com barracas expondo  e comercializando pimentas artesanais, doces, queijos e embutidos produzidos em Anhandui, iguarias bem conhecidas e apreciadas pelos motoristas que circulam pela BR 163, rodovia que corta o Distrito.

“Esse evento agrega valores aos profissionais que aqui habitam, é uma forma de apresentarmos nosso trabalho a outras comunidades também e o apoio da prefeitura só nos traz valor e nós só temos a agradecer por isso”, destacou o artesão Janio Dultra Lins.

Além da variedade de produtos artesanais, a organização da 2ª Festa do Doce e da Pimenta preparou também uma excelente opção de lazer e entretenimento pra toda família. Na abertura da festa, aconteceu a eleição da Miss Pimentinha, disputado por meninas na faixa etária de 5 a 8 anos. Dezessete meninas entraram na disputa e a miss escolhida em votação por uma comissão composta por pessoas da região foi a Heloísa de Zorzi em 2° lugar e a grande ganhadora Vitória da Silva, de oito anos.

“Há uma grande expectativa quanto ao volume de vendas e maior conhecimento do que é produzido na região”, afirma Ernesto dos Santos, subprefeito de Anhandui, destacando a qualidade dos doces, pimenta, queijo e licores produzidos naquele distrito.

 Um das propostas da Sedesc ao realizar a Festa do Doce e da Pimenta é tornar conhecidos os produtos artesanais de Anhandui, possibilitando que comerciantes de Campo Grande e outras cidades da região passem a comercializar esses produtos com mais frequência e maior quantidade. “Desejamos criar uma conexão entre comerciantes e produtores para fortalecer a economia do Distrito”, afirmou Mara Bethânia Gurgel, secretária adjunta da Sedesc.

“Vai trazer mais movimento para Anhandui e devido à divulgação do doce e da pimenta, melhora consequentemente as vendas para nós que vivemos e dependemos disso”, concluiu a vendedora conhecida como dona Marta.

 DOMINGO

10h – abertura

11h – Padilha e Pantaneiro com participação de João Carreiro

14h – Concurso de Música

16h – Uirapuru