• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto
  • MS Record
  • Rede Record
Capital

Bancários fecham agências em protesto contra MP 905

Na manhã desta quinta-feira, dia 21, o Sindicato dos Bancários de Campo Grande-MS e Região vai retardar em 1 hora a abertura das principais agências bancárias do centro da cidade. O protesto  é nacional contra a Medida Provisória 905/2019, assinada dia 11 pelo presidente Jair Bolsonaro.

A Medida Provisória passa por cima da Convenção Coletiva de Trabalho dos Bancários e libera a abertura dos bancários aos sábados, além de aumentar a carga horária dos bancários de 6 para 8 horas diárias.

O Artigo 611-A da CLT diz que os acordos coletivos têm prevalência sobre a lei. No caso dos bancários, existe um convenção coletiva em vigor.

Para a presidente do SEEBCG-MS, Neide Rodrigues, esse é mais uma ataque brutal aos direitos dos bancários. “A todo momento este governo está retirando direitos dos trabalhadores. Agora, essa medida desrespeita  acordo selado entre os bancos e os representantes da categoria bancária. Esse acordo foi aceito pelos bancos e precisa ser respeitado, é uma questão legal. Não podemos aceitar essas mudanças pacificamente”, comenta.

Veja Também