• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto
  • MS Record
  • Rede Record
PRISCILA PIRES

Formada em Jornalismo, trabalha como assessora parlamentar, cursa faculdade de Nutrição e também integra o time do programa Balanço Geral MS com o quadro A Hora da Venenosa. Como digital influencer, aborda curiosidades, bastidores e fofocas do mundo dos artistas. Também aborda temas ligados à sexualidade.

Minhas Redes Sociais:

Brinquedos sexuais

Brinquedos sexuais e vibradores: parceiros essenciais durante o isolamento.

O período de isolamento social que estamos vivenciando em função da pandemia, por causa do Coronavírus, pode estar bastante intenso e desafiador para muitas pessoas. Principalmente para a vida sexual dos solteiros ou até mesmo dos casais. Alguns artigos eróticos, como vibradores e outros brinquedos sexuais podem ajudar, tanto pessoalmente quanto profissionalmente, já pensou nisso? Quem pensa que os brinquedos eróticos são somente sinônimo de prazer solitário está realmente precisando rever alguns conceitos. Eles podem ser ótimos aliados para apimentar o erotismo na relação de um casal e trazer mais variedade e prazer aos dois, além de muitas vezes ajudar a alavancar relacionamentos.

O sexo é uma experiência sensorial incrível, porém, vamos combinar que às vezes precisamos de uma ajudinha para inovar e fazer do momento á dois muito mais especial, principalmente agora. Algumas pessoas investem em brincadeiras, outras em fantasias e lingeries e algumas nos brinquedos sexuais. Independentemente de ser óleos, velas, vibradores ou qualquer outro brinquedo sexual, você deve procurar e testar aquele(s) que mais ajudam você seja individualmente ou no seu relacionamento. Se você já está no clima e não sabe por onde começar, que tal primeiro quebrar as barreiras da vergonha, não julgar seu parceiro, buscar o entendimento da fantasia sexual dele, claro, desde que o prazer seja mútuo e o mais importante é sempre namorar e dá boas risadas com a pessoa que está ao seu lado ou alcançar o ápice do prazer conhecendo o seu próprio corpo. Aposte sem medo nas variedades que temos para complementar a “hora H” e acredite que essas os levarão para outro patamar da sua vida sexual.

Vamos para as dicas:

- Aposte em uma bela lingerie, sempre funciona, um gel incitante feminino, preservativo com sabores, por falar em sabores os mais indicados são morango ou morango com champanhe, as espuma de banho a base de feromônio são puro prazer e aquela bela caprichada no sexo oral com géis de sabores ou de temperatura, esfria ou esquenta. Não tem erro.

- Entender como funciona os estímulos em seu corpo com um brinquedinho sexual antes de propor a diversão ao seu parceiro pode ser uma ótima jogada. Assim você pode direcioná-lo para a forma que mais gosta e as regiões que mais a estimula sexualmente. O vibrador é uma excelente pedida para desenvolver sua autoconfiança e conhecimento. Existem muitas opções e modelos, uma boa alternativa é investir em um que atenda a brincadeira sozinha ou com um parceiro.

- O diálogo é um dos aspectos mais importantes, ou seja, para que seu parceiro saiba seu interesse em usar estes brinquedos, você terá que comunicar isto a ele. Vale usar a clássica “que tal apimentar nosso relacionamento?” ou dizer que uma amiga comprou ou ainda que viu em uma revista e quis experimentar. Observe qual é a reação do seu parceiro, se demonstrou interesse ou não. Tente introduzir a proposta em um momento de harmonia do casal, deixando claro que o relacionamento não está ruim, mas que pode ser ainda mais quente! O mesmo vale para um parceiro recente ou não muito sério.

- Outra dica importante é desmistificar os estereótipos de gênero que possam existir. Tanto os homens como as mulheres gostam de coisas diferentes e buscam o prazer, logo não é preciso ter vergonha para abrir o jogo e revelar seus desejos e fantasias.

- Para ir com calma e não assustar os homens é recomendado começar pelos brinquedos mais discretos e simples, como os vibradores, óleos para massagem, lubrificantes comestíveis e anéis penianos. À medida que a excitação for crescendo os dois podem investir em novidades e apimentar ainda mais os momentos a sós. Se for a primeira vez do casal utilizando brinquedos eróticos é legal mostrar ao seu parceiro que os acessórios não são uma concorrência com o pênis e muito menos feita somente para mulheres, mas que podem ser utilizados nas preliminares e durante a penetração, ampliando o prazer para os dois.

No mais é deixar a imaginação e a fantasia correr solta. Não existem regras para satisfazer os desejos sexuais desde que você ou os dois lados estejam de acordo e se sintam bem e seguros para isto. Apimentar a relação de vez em quando é delicioso e faz bem, mas também é importante que o sexo seja prazeroso mesmo sem o estímulo destes brinquedinhos.

Boa curtição!


DEIXE SEU COMENTÁRIO