• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto
  • MS Record
  • Rede Record
EBERSON TERRA

Especialista em Negócios. Ajuda profissionais que desejam ascender em suas empresas ou seus empreendimentos. Através de posts e artigos na rede profissional Linkedin se tornou um dos Top Voices mais lidos no Brasil. Seu conteúdo foca o cotidiano do mundo corporativo, liderança, inovação e empreendedorismo.

Minhas Redes Sociais:

O que vivemos hoje não é Home Office na plenitude!

Desde quando o Brasil foi apresentado ao Covid-19, muita coisa mudou! O momento nos exigiu alterações dramáticas em nossas rotinas de trabalho e de casa.

Quando o Ministério da Saúde deu o tom sobre a gravidade do assunto e inicialmente pediu que evitarmos o contato físico não imaginávamos que estaríamos mais de 15 dias em confinamento forçado.

Muita gente (empresário e colaborador) teve que se organizar a toque de caixa para continuar produzindo em um contexto indesejado. Afinal, a situação pegou muitos desprevenidos que tiveram que lidar com os ajustes no trabalho, mas também lidar com filhos, com o distanciamento de familiares e com a mudança de toda uma forma já organizada de se viver.

Para as empresas, o alicerce tecnológico necessário para redirecionar seus esforços para o novo momento não estava sequer pensado, o que levou muitas delas a terem que desembolsar muito mais do que se a ideia do home office tivesse sido planejada com calma e previamente.

A verdade é que este processo de home office durante a pandemia do Covid-19 não significa home office em sua plenitude, aliás está muito longe do ideal e por isso muita gente pode simplesmente não se adaptar ao modelo e simplesmente queimar algo que poderia ser muito bom. Sabe por quê?

#1 – Home Office com ansiedade por um futuro incerto não te fará produzir o que poderia

Vamos ser sinceros: não estamos com a cabeça totalmente focada para desempenhar nosso melhor. O mundo que conhecíamos mudou muito em pouco tempo e ainda estamos tentando entender o que está acontecendo.

Muitos de nós, pode simplesmente juntar esse momento ruim lá fora e vincular que o Home Office é algo que só trouxe problemas para a nossa vida pessoal e profissional. Não estamos plenos em nossas tarefas já que existe um mar de incertezas e isso gera muita ansiedade, que por sua vez, ansiedade nos tira do prumo.

Muita gente está vinculando o home office com o isolamento forçado, como se o home office também exigiria em um ambiente normalizado e sem pandemia que deixaríamos de conviver com colegas de trabalho, mas isso não é verdade!

#2 – Home Office sem planejamento e para todas as atividades, pode não fazer sentido

Quando a 3M começou a incentivar o home office há 15 anos atrás, todo mundo bateu palmas. Mas quando foi nossa vez de implementar, muitos empresários e até colaboradores torceram o nariz. Afinal, a primeira experiência com o Home Office foi desajustada, abrupta e sem planejamento.

Hoje, a condição imposta pela pandemia é de que QUALQUER função estaria apta ao Home Office e pior, que este modelo de trabalho deveria se manter para 100% do tempo da jornada. Mas em um cenário normal, não aconteceria dessa forma!

As pessoas não podem culpar o Home Office por estarem fazendo reuniões online que seriam muito mais produtivas se fossem pessoalmente, justamente pelo fato de que nem todas as atividades são melhores online!

Imagine que a união do melhor destes dois mundos estivesse a sua disposição: Home Office para atribuições individuais que exigem foco e o que deve talvez ocupar uma parte da sua semana, e o resto de suas tarefas que exigem debates, trabalho em grupo, etc, sendo mantido pessoalmente? Não seria perfeito?

#3 – Home Office com os filhos por perto 24 horas por dia, pode não te dar o foco necessário

Sendo muito sincero, o movimento de home office forçado não era o que você imaginava. Você não teve tempo de preparar um ambiente separado ou minimamente particular para suas reuniões e principalmente você viu que as atribuições da casa iriam aumentar neste momento.

A criançada assim como você trabalhador, está de home office, e por isso a sua atenção será dividida com uma participação ainda mais ativa nas lições de casa e na tentativa de faze-los gastar a energia acumulada.

Mas pensem novamente em um contexto diferente do atual. Onde seus filhos estarão pelo menos meio período na escola e você podendo usufruir de um tempo mais focado e dedicado plenamente ao trabalho. Neste caso sua rotina seria moldada como o exemplo a seguir: você os levaria para o colégio e teria mais tempo, já que não precisaria ter o deslocamento para o trabalho. Além de desfrutar de meia jornada todinha com o foco necessário para produzir.

Essa equação pode dar certo, não acha?

#4 – Home Office deve ser adequado à natureza, perfil e maturidade da empresa!

Por fim e não menos importante, está a característica do negócio a qual você está inserido. A gente não pode fechar os olhos para funções e cargos que necessitam ter minimamente o contato humano. Vendedores que possuem uma taxa muito maior de sucesso quando abordam potenciais clientes não podem se dar o luxo de ficarem em casa. Outras funções exigem um trabalho coordenado em equipe em que transferir atividades online seria prejuízo como a criação de produtos, discussões sobre público-alvo e tantas outras.

Eu acredito que toda empresa tem um potencial de home office, mas nem toda empresa está madura para tal. Neste caso maturidade se faz tendo foco em QUERER fazer e muitas não o fazem por falta de segurança e confiança na equipe por parte dos gestores e por aí vai.

Por outro lado, não temos como dizer que 100% das funções devam fazer home office e neste caso a melhor receita é aquela que se adequa a realidade de cada uma. Se cada uma explorar seu potencial onde for possível, todos sairão ganhando, sejam os colaboradores que terão mais qualidade de vida por não perderem horas no deslocamento, quanto a empresa que poderá reduzir sensivelmente sua metragem quadrada necessária para operar!

Enfim, tudo é uma questão de contexto teste!

Empregadores: não desistam do Home Office após essa tentativa forçada! Você terá mais benefícios do que malefícios em um ambiente normal.

Colaboradores: não desistam do Home Office após essa tentativa forçada! Você terá mais benefícios do que malefícios em um ambiente normal.

Outros artigos:


DEIXE SEU COMENTÁRIO