• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto
  • MS Record
  • Rede Record
Nioaque- MS

PMA autua sem-terra em R$ 10 mil por incêndio de área invadida

A área queimada foi toda dentro da parte de preservação permanente de matas ciliares do rio Urumbeva

O incendiário, afirmou que realizara a limpeza da área para construção de um barraco. (Foto: Divulgação/PMMS)

Nesta quarta-feira a Polícia Militar Ambiental (PMA) autuou um homem, de 73 anos, que teria invadido área da prefeitura do município de Nioaque (MS) e incendiado pontos de matas ciliares do rio Urumbeva.

De acordo com informações policiais, moradores locais acionaram os militares para informar que a área havia sido invadida há alguns meses por sem-terras, que estavam incendiando alguns locais.

A PMA encontrou o infrator que afirmou realizar a limpeza da área para a construção de um barraco e que colocou fogo na vegetação retirada do local, onde perdeu o controle do fogo, ocasionando o incêndio que que perfez 2,2 hectares.

A área queimada foi toda dentro da parte de preservação permanente de matas ciliares do rio Urumbeva (APP), protegida por Lei. Diante dos fatos o homem foi orientado, autuado e mutando em dez mil reais.

Ele ainda responderá por crime ambiental de degradação de área protegida, com pena prevista de um a três anos de detenção.