• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto
  • MS Record
  • Rede Record
Caso Lazáro

Buscas por Lázaro entram no 16º dia com expectativa de rendição

Centenas de policiais estão mobilizados para tentar encontrar o homem de 32 anos apontado como serial killer do Distrito Federal

Lázaro Barbosa foi morto em confronto com a polícia (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

As buscas por Lázaro Barbosa, de 32 anos, continuam nesta quinta-feira (24) e entram no 16º dia da caçada pelo homem que ficou conhecido como serial killer do Distrito Federal. A expectativa, inicada após rumores na quarta-feira, é que haja uma negociação entre polícia e defesa do acusado para uma rendição.

As equipes policiais seguem as buscas por municípios no interior de Goiás, e ampliaram o perímetro de atuação atrás do acusado de 10 km para 50 km, com efetivo de mais de 200 homens. O objetivo da polícia é saturar a região para localizar Lázaro e encerrar o caso.

De acordo com as investigações, desde o início da fuga, Lázaro foi visto em quatro cidades e percorreu pelo menos 140 km. Nesse período, cometeu diversos crimes e desafiou centenas de policiais. A caçada começou após Lázaro ser apontado como responsável pela morte de quatro pessoas da mesma família, no dia 9 de junho, em Ceilândia, na região administrativa do Distrito Federal. Depois disso, ele iniciou a fuga pelo interior de Goiás.

A polícia apura se ele percorreu todo caminho a pé ou se contou com a ajuda de alguém com carro. Enquanto Lázaro não é preso, informações sobre ele não param de chegar. O disque denúncia da Polícia Civil já recebeu mais de três mil nos últimos quatro dias.

Com a ampliação da área de buscas, as forças de segurança passaram a patrulhar a zona rural de Santo Antônio do Descoberto, que fica a 15 km de Girassol, onde foi montada uma base policial em uma escola municipal. Lázaro teria escapado e seguido para a região a nado após cruzar dois rios, o rio dos Macacos e o rio das Areias. Ele teria sido visto por moradores da região.

As equipes policiais também seguem na região de Cocalzinho de Goiás, onde a força-tarefa da perseguição a Lázaro faz buscas com lanternas e drones dentro da mata depois de mais uma denúncia.PUBLICIDADE

Em paralelo às buscas, a força-tarefa aguarda resultado de perícia de materiais de locais pode onde Lázaro pode ter passado, e os policiais analisam imagens de uma câmera de segurança que flagrou um homem de mochila nas costas, andando pela rua de madrugada e que pode também ser um sinal da passagem do acusado.

(Com informações R7.COM)

Veja Também
Correios
Farejadores encontram maconha e cocaína postadas por traficantes via Correios

A droga seria enviada para A Polícia Rodoviária Federal (PRF), em uma ação conjunta com o Centro de Distribuição dos Correios (CDD) entre o Grupo de Operações com Cães (GOC/MS) e Setor de Coordenação de Segurança Corporativa da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, apreendeu diversas encomendas com drogas nesta quinta-feira (29), que seriam enviadas para os estados de São Paulo, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Distrito Federal e até para Hong Kong