• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto
  • MS Record
  • Rede Record
Campo Grande

‘Não haverá lockdown’, diz prefeito Marquinhos Trad

Segundo o prefeito, a vacinação foi essencial para pacientes de Covid-19 não precisarem de UTI

Vacinação é importante para que medida de restrição não seja necessária (Foto: Luiz Alberto)

O prefeito Marquinhos Trad (PSD) em conversa com a equipe do Diário Digital, anunciou nesta sexta-feira (14) que Campo Grande (MS) não terá novo lockdown e nem medidas restritivas.

Além disso, declarou também que as escolas não irão fechar como nos anos anteriores e não haverá cancelamentos de eventos, shows e outros, pela Prefeitura da Capital. O motivo dessa decisão foi o impacto da vacina na proteção contra o vírus.

"Por mais que a contaminação esteja crescendo, a vacina não está deixando as pessoas irem para a UTI", diz o prefeito reconhecendo que a campanha de vacinação foi e ainda é importante no combate à doença.

Marquinhos disse também que não irá faltar leitos. Segundo ele, foram abertos 20 leitos no Hospital Adventista e mais 20 serão abertos na Santa Casa. Até a próxima semana, mais 40 leitos devem ser colocados em operação na cidade.

O prefeito reforçou a necessidade de cada um fazer a sua parte. O uso de álcool para higienizar as mãos e objetos e a máscara de proteção facial não estão dispensados.

O destaque vai ainda para a testagem. Marquinhos relembrou a importância de fazer o teste e confirmar se está ou não com a doença, para proteger familiares. "Eu tive e fui assintomático. O risco era transmitir para meus amigos e minha família", diz prefeito.

Pensando nisso, a Secretaria de Estado de Saúde (SES), em parceria com a Cassems, retoma o drive-thru de testagem, oferecendo 600 testes gratuitos para a população por dia. O agendamento deve online.

Veja Também