• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto
  • MS Record
  • Rede Record
Pandemia

Muda regra para festa e apresentação de artistas

Decretos estabelecem normas mais flexíveis para festas em condomínios e apresentação de músicos

Bares e restaurantes poderão ter apresentação de até quatro artistas (Foto: Ilustração/Internet)

Decretos da Prefeitura de Campo Grande flexibilizam atividades sociais e culturais e passam a valer a partir de segunda-feira (28). Entre as medidas está a liberação de até 4 artistas em apresentações em bares e restaurantes, independentemente de morarem ou não na Capital e de eventos. Campo Grande recebeu nesta semana "bandeira amarela" na classificação da covid-19, por isso começou mais uma fase de flexibilização nas regras.

Todas as alterações foram publicadas em edição extra no Diário Oficial do Município desta sexta-feira (25). Áreas comuns de condomínios também receberam aval para voltarem a receber mais pessoas. Até o momento só poderia ser de no máximo 30 participantes de confraternizações e agora pode ser em número acima deste limite.

As normas estão previstas em 5 decretos sendo que 4 são específicos para a realização de atividades com aglomerações, sendo que a maioria entrará em vigor na segunda-feira (28). Todos os eventos devem adotar regras de biossegurança.

As apresentações poderão contar com até 4 músicos ou artistas, seguindo regras de prevenção à Covid-19. A legislação derruba a restrição de artistas de outras cidades ou Estado para se apresentarem na Capital.

No caso, a liberação está restrita aos bares, restaurantes e outras atividades dispensadas de apresentarem planos de biossegurança. A alteração anterior permitia apenas duplas com voz e violão. Estabelecimentos que tenham alvará para outras atividades além dessas previstas, dependem do plano de contenção de riscos para funcionar.

Outras regras seguem em vigor, como a necessidade de distanciamento entre mesas e frequentadores, disponibilização de sanitizantes, ventilação natural e recomendação para se evitar músicas dançantes. O autosserviço, pistas de dança e abertura de brinquedotecas e espaços kids seguem proibidos.

Em outra alteração da legislação, o decreto 14.477/2020 muda as normas baixadas em 15 de maio para funcionamento de condomínios. Onze dias depois de ser revogada a proibição para uso de quiosques, salões de festas, churrasqueiras e similares para quaisquer atividades, o município definiu que, caso seja autorizado o uso desses espaços para eventos com mais de 30 pessoas, deve ser apresentado o plano de biossegurança –que acaba dispensado em reuniões com menos participantes– e o termo de compromisso.

Veja Também