• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto
  • MS Record
  • Rede Record
Crime Ambiental

GPS aponta área de preservação desmatada em fazenda de Coxim

Fazendeiro foi autuado em R$ 9, mil

Área desmatada era protegida por lei (Foto: Divulgação/PMA)

Durante fiscalização ambiental no município de Rio Verde de Mato Grosso (MS), em uma fazenda localizada a 12 km da cidade de Coxim, Policiais Militares Ambientais de Coxim localizaram duas áreas de desmatamento ilegal recente, inclusive, uma delas atingindo área protegida de preservação permanente. O flagrante aconteceu neste domingo.

Na vistoria foi verificada uma área de supressão ilegal de vegetação nativa de 2,22 hectares e outra de 1,90 hectares separadamente fora de proteção especial prevista em lei, porém, não havia licenciamento ambiental para as atividades. Além disso, uma das áreas desmatadas atingiu uma área brejosa protegida de vereda, que tem proteção especial por lei. A madeira proveniente do crime encontrava-se em leiras no local e parte do solo já estava gradeada para o plantio de pastagem.

Foi utilizado aparelho de GPS para aferição das áreas desmatadas. O proprietário da fazenda, 41 anos, residente em Paranacity (PR), foi autuado administrativamente e foi multado em R$ 9.120,00, multa agravada devido a parte da área ser protegida por lei. Ele também responderá por crime ambiental com pena de um a três anos de detenção. O infrator também foi notificado a apresentar um Plano de Recuperação da Área Degradada e Alterada (PRADA) junto ao órgão ambiental estadual.

Veja Também