• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto
  • MS Record
  • Rede Record

Com produtores culturais de todo o país, Produção em Foco promove palestras e oficinas

Projeto abordará três eixos em sua programação: gestão cultural, formação de público e investimento à cultura

(Foto: Divulgação)

Com o intuito de democratizar o acesso ao conhecimento na área de produção cultural e contribuir com o fortalecimento da cadeia da economia criativa e geração de renda, a Fuá Produções realiza a primeira edição do Produção em Foco, projeto que visa a qualificação de artistas, produtores culturais e não produtores para o fomento das artes em geral. Com três ciclos de palestras e oficinas, o evento já está com inscrições abertas para o primeiro eixo, que tem como temática central a “Gestão Cultural”, que acontecerá de 21 a 24 de outubro em formato online.

No ciclo I, a temática de Gestão Cultural será trabalhada com quatro profissionais de diferentes estados (São Paulo, Rio Grande do Norte, Mato Grosso do Sul e Pará). Entre eles está a jornalista Úrsula Vidal, do Estado do Pará, jornalista e ativista social com forte atuação internacional frente às mudanças climáticas e que, recentemente, coordenou o trabalho de articulação e execução da Lei Aldir Blanc (LAB) pelos estados, a frente do cargo de secretária Estadual de Cultura do Pará.

“São convidadas de fora e da nossa região, profissionais mulheres, respeitadas e de renome no mercado nacional. Elas que estão aí fazendo e acontecendo e com certeza tem muito a contribuir com suas diferentes experiências”, detalha a idealizadora do projeto e coordenadora da Fuá Produções Culturais, Julia Basso.

A abertura do evento ficará nas mãos de Isaura Botelho, de São Paulo, doutora em Ação Cultural pela USP, ela já trabalhou na Funarte e acompanhou de perto a criação do Ministério da Cultura, em 1985. Atualmente, presta serviços de consultoria a instituições como a Fundação Joaquim Nabuco de Pesquisas Sociais, Sesc SP, IBGE, entre outras.

A ideia é que o projeto seja feito por etapas a fim de ter o melhor rendimento possível. Tanto que o Ciclo II “Formação de Público” será realizado em novembro e o Ciclo III “Investimento à Cultura” será promovido no mês de dezembro.

Inscrições

Os interessados em participar do evento devem fazer inscrição pelo site (www.producaoemfoco.com.br). As palestras são gratuitas e as oficinas possuem uma taxa de R$ 20. As pessoas que não tenham como custear o valor podem solicitar isenção do valor junto ao formulário comprovando baixa renda. O pedido será avaliado pela comissão do projeto.

Nesta primeira fase, serão duas palestras e duas oficinas práticas. “Esse é o primeiro ciclo do projeto ‘Produção em Foco’, no qual vamos abordar temas que permeiam a Gestão Cultural, como conceito, prática, gestão de eventos, gestão e políticas públicas, etc. Em seguida, nos meses de novembro e dezembro, teremos outros dois ciclos de atividades”, descreve Julia.

Para que o público possa participar da maior quantidade de atividades possíveis e assimilar os conteúdos, a organização do evento optou por fazer uma pausa entre uma programação e outra.

A programação do Ciclo I e outros detalhes do projeto Produção em Foco já estão disponíveis nosite. Outras informações também podem ser acompanhadas nas redes sociais, Instagram eFacebook (@fuaproducoes).

O Produção em Foco foi contemplado com recurso do FMIC - Fundo Municipal de Investimentos Culturais, da Sectur - Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, órgão vinculado à Prefeitura de Campo Grande.