• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto
  • MS Record
  • Rede Record

Inscrição no processo seletivo de estágio do TJMS termina nesta quarta-feira

Foi publicada uma errata do edital que acrescenta dois cursos na seletiva: Psicologia e Serviço Social

(Foto: Divulgação)

Termina às 23h59 desta quarta-feira, dia 1º de setembro, o prazo para os acadêmicos de Administração, Arquitetura, Ciências Contábeis, Comunicação Social, Direito, Engenharia Civil, Engenharia Elétrica e Tecnologia da Informação se inscreverem no processo seletivo de acadêmicos para estágio no Poder Judiciário de MS. O estágio será realizado na Secretaria do Tribunal de Justiça, no Fórum da Capital, no Centro Integrado de Justiça (Cijus) e nos Juizados Especiais da comarca de Campo Grande.

No Diário da Justiça de hoje está publicada a errata do edital que acrescenta dois cursos para os interessados no estágio: Psicologia e Serviço Social, além de alterar a as datas para inscrição, prova e divulgação da lista provisória de inscrições deferidas.
 
Ressalte-se que as inscrições serão realizadas exclusivamente pelo site www.dedalusconcursos.com.br e a prova terá 48 questões de múltipla escolha, sendo 34 de conhecimentos específicos, 10 de língua portuguesa e 4 de noções de legislação - todas com quatro opções de respostas.
 
Serão aceitas inscrições de estudantes regularmente matriculados em instituições públicas e particulares de ensino, do primeiro ao antepenúltimo semestre. O credenciamento, porém, se dará a partir do 3° semestre. Não serão aceitas inscrições de acadêmicos que estejam cumprindo somente dependência; em regime de adaptação de grade curricular, que estejam no segundo ano de estágio no Poder Judiciário Estadual ou já tenha estagiado no Judiciário por um ano e seis meses, entre outros.

A prova será realizada no dia 12 de setembro e o candidato deverá fazer uso apenas de caneta esferográfica preta, obrigatoriamente de material transparente, lápis e borracha branca (sem capa protetora), não sendo permitida a utilização de lapiseira.

O candidato será responsável por verificar e imprimir o cartão de convocação, que ficará disponível na área do candidato, e apresentá-lo na realização da prova, sendo automaticamente desclassificado se não estiver com o documento no dia do certame.

Caso haja inconsistência nas publicações relativas às funções ou locais de realização das provas, os candidatos devem entrar em contato pelo e-mail [email protected].

O candidato deve chegar ao local das provas com, no mínimo, 30 minutos de antecedência, munido do cartão de convocação, documento de identificação original com foto. As provas terão duração máxima de três horas e o caderno de provas poderá ser levado somente após decorrida uma hora do início das provas.

Saiba mais – Com prazo de validade de um ano e possibilidade de prorrogação por igual período, o certame destina-se à formação de cadastro de reserva a ser administrado pela Secretaria de Gestão de Pessoas do Tribunal de Justiça de MS. A carga horária é de 25 horas semanais, de segunda a sexta-feira, em horário de expediente forense, com remuneração de R$ 764,06, acrescido de auxílio-transporte no valor de R$ 184,80.

Haverá reserva de 10% das vagas oferecidas para pessoas com deficiência, 30% para candidatos que se autodeclararem pretos ou pardos e 3% para os candidatos que se autodeclararem índios. Informações sobre datas, locais e horários de realização das provas não serão enviadas por e-mail e nem prestadas por telefone: o atendente explicará o procedimento para o candidato de como localizar e verificar seu local de provas.