Menu
21 de novembro de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Evento

Na abertura da Superamas, Longen defende ações de modernização dos supermercadistas

É um evento extremamente organizado e uma oportunidade de gerar novos negócios para os empresários

11 Set2019Da redação09h40

Ao participar da abertura da Superamas 2019, maior encontro varejista de Mato Grosso do Sul, que começou nesta terça-feira (10/09) e prossegue até quinta-feira (12/09) no Centro de Convenções e Exposições Albano Franco, em Campo Grande (MS), o presidente da Fiems, Sérgio Longen, destacou a organização do evento em apresentar tecnologias e modernização para os supermercadistas.

“É um evento extremamente organizado e uma oportunidade de gerar novos negócios para os empresários. Entendemos que o segmento supermercadista vem se modernizando a cada ano, até porque a competitividade é grande e quem não ficar atento às transformações tecnológicas vai ficar para trás. Além disso, a Superamas tem trazido resultados satisfatórios a cada ano e como representante da indústria e industrial faço sempre questão de participar”, afirmou Sérgio Longen.

Nesse sentido, ele reforçou a presença do Sesi, Senai e IEL no evento, que contam com um stand para apresentar soluções tecnológicas para as empresas. “O Sesi trouxe uma balança multifuncional que consegue traçar um perfil sobre a saúde, com informações como pressão arterial, peso, altura e índice de massa corpórea, o Senai trouxe um simulador para de energia fotovoltaica para que os interessados em reduzir o valor da conta de luz possam se informar sobre as vantagens de investimento e o IEL apresenta seu portfólio de cursos e programa de estágio”, detalhou.

Autoridades

O presidente da Amas (Associação Sul-Mato-Grossense de Supermercados), Edmilson Veratti, ressaltou que a feira tem se desenvolvido e se consolidado ao longo dos anos. “Nosso segmento tem 1920 empresas no Estado, entre hipermercados, supermercados, mercados e mercearias e geramos 23 mil empregos diretos. Temos a responsabilidade de fazer esse evento todo ano como forma de união da cadeia produtiva, para gerar negócios e realizar lançamentos de novos produtos”, salientou.

O governador Reinaldo Azambuja elogiou os trabalhos dos empresários no empenho para contornar a crise econômica. “O Brasil cresceu durante 40 anos consecutivos e desde 2015 começou uma recessão e o setor empresarial tem sido importante para continuar gerando emprego e renda. Precisamos trabalhar juntos para baratear custos bancários e privatizar estatais que não geram lucros para aumentar a gestão e a eficiência para retomarmos o crescimento da economia”, declarou.

Também presente ao evento, o presidente da Assembleia Legislativa, Paulo Corrêa, ressaltou a necessidade de justiça fiscal. “Precisamos dar aos empresários sul-mato-grossenses as mesmas condições e incentivos que damos aos empresários de outros Estados para se instalarem aqui. Por isso criamos um grupo de trabalho para entender as necessidades de cada segmento do setor produtivo e trabalhar de forma a apoiar cada um, com suas especificidades, para nos desenvolvermos cada vez mais e gerar mais emprego para nossa população e renda para o Estado”, finalizou.

Veja Também