Menu
7 de abril de 2020 • Ano 9
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Agropecuária

Conhecimento científico e produtividade são destaques no Showtec 2020

Feira agropecuária começou nesta quarta-feira e segue até sexta, em Maracaju

22 Jan2020Da redação17h19

O bom desempenho do agronegócio em Mato Grosso do Sul está fortemente aliado ao investimento em tecnologias e pesquisas que potencializam os resultados no campo. Fatores como produtividade, preço de venda e custo de produção foram, ainda, citados pelo presidente da Fundação MS, Luciano Mendes, durante a abertura do Showtec 2020, na manhã desta quarta-feira (22), em Maracaju (MS). A feira segue até sexta-feira (24), reunindo lideranças do setor, produtores rurais, técnicos e demais profissionais da área. 

Mendes deu sequência a sua fala ressaltando o trabalho realizado pela Fundação MS ao longo de 27 anos em Mato Grosso do Sul. “Ao todo, temos mais de 27 mil parcelas de pesquisa conduzidas anualmente, e isso denota uma parcela de responsabilidade sobre a produtividade e o custo de produção em nosso Estado. Os resultados obtidos por nossos pesquisadores são abertos a todos os produtores do Brasil”, reitera. 

Entender a demanda do produtor e depois entregar os resultados através da difusão de tecnologias é um dos objetivos do Showtec, conforme argumenta o presidente. Ano após ano, o segmento rural vem se especializando, utilizando técnicas modernas de plantio e efetuando uma agricultura eficiente, com mais sustentabilidade. “É fundamental aliar a ciência e buscar a melhor solução para os problemas que afetam a produção. Para isso, é indispensável uma boa assistência técnica. A Fundação MS tem mais de 50 empresas de consultoria conveniadas e, também por meio disso, os resultados chegam aos produtores”, enfatiza

O superintendente do Banco do Brasil em MS, Sandro Grando, destacou a importância do FCO Rural para realizações de negócios durante a feira. “Em 2019, conseguimos aplicar 100% dos recursos do FCO, atingindo todos os municípios do Estado, gerando um grande desenvolvimento no segmento em Mato Grosso do Sul”, afirma. 

Já o presidente do Sistema Famasul, Maurício Saito, explanou dados que evidenciam a produtividade do agro no Estado graças à tecnologia empregada. “Temos a segunda maior produção de carne nacional, a segunda maior produção de florestas, temos a produção de cereais, que deve ultrapassar os 22 milhões de toneladas neste ano. Vamos produzir mais de 900 mil toneladas de carne, e isso é um avanço significativo”. 

O governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, disse que houve investimentos importantes na área de pesquisa para o desenvolvimento de novas tecnologias. “A desmistificação de algumas questões que foram prejudiciais ao setor produtivo fez com que abríssemos as portas para o mercado internacional, que é comprador de nossos produtos. A cada ano, vemos claramente a expansão de novas empresas agrícolas, o que estimula a competitividade de nossos produtos”. 

Parceria – O presidente do Sicredi Central, Celso Figueira, e o presidente da Fundação MS, Luciano Mendes, assinaram durante a abertura um convênio para a criação de uma vitrine demonstrativa de controle biológico de pragas, doenças e nematoides na cultura da soja. As informações geradas serão disponibilizadas de maneira gratuita aos produtores rurais de todo o Estado, por meio dos Seminários de apresentação de resultados de safra e safrinha, dias de campo de safra e safrinha em Maracaju e, posteriormente, no Portal do Associado (associadofms.com.br).

Programação técnica - Um dos destaques desta edição será a Trincheira Show, que retorna à feira com estrutura maior e espaço ampliado nas arquibancadas para melhor atender o público. Ali, os visitantes conhecerão, com detalhes, os aspectos físicos, químicos e biológicos do solo e os impactos do sistema radicular na melhoria da qualidade do sistema. Ocorrerá também o lançamento dos parâmetros técnicos para análise da biologia do solo. Resultados de pesquisas regionais também serão elucidados.  

Sobre o milho safrinha, um painel específico abordará como o produtor pode atingir um alto desempenho, com pesquisadores apontando a relevância da rotação de culturas para altas produtividades. Já outro painel traz informações sobre sugadores de soja e milho e qual o manejo adequado para controlar as pragas e doenças nas lavouras, entre elas, o enfezamento do milho, doença tem ganhado cada vez mais importância no Estado, dada a sua complexidade.

E buscando preparar o produtor rural para o mundo digital, o Showtec traz neste ano um painel específico que mostrará tecnologias de mecanização, como aplicação, plantabilidade e controle do tráfego de máquinas. A ideia é viabilizar soluções de pesquisa, desenvolvimento e inovação, de modo a contribuir com a sustentabilidade da agricultura e pecuária.

Outro evento tradicional que acontece no Showtec é o Encontro das Mulheres do Agronegócio, que levantará o debate sobre empreendedorismo feminino, dentro e fora do mercado de trabalho. O espaço é voltado para valorizar a participação e liderança da mulher nos negócios e na sociedade. O Encontro dos Jovens da Agropecuária está na programação, com palestras sobre inovação tecnológica.

Lançamentos - Tradicionalmente conhecido por ser uma vitrine de inovações e tecnologias para o campo, o Showtec 2020 traz o lançamento nacional de três novas cultivares de soja, desenvolvidas pela Embrapa em parceria com a Fundação Meridional. Serão apresentadas as variedades BRS 391, BRS 467RR e BRS 544RR. Com as novidades, o produtor terá mais facilidade para o manejo de sua lavoura e poderá, ainda, evitar o ataque de determinadas pragas. 

Praça de alimentação - Uma das novidades desta edição, o ambiente será composto por várias opções de gastronomia local, em um espaço de aproximadamente 900 metros quadrados, e funcionará das 8h às 20h nos dias 22 e 23, e das 8h às 18h no dia 24. 

Sobre o Showtec - O Showtec é uma feira anual onde são apresentados produtos e serviços ligados ao setor agropecuário, lançamentos, inovações tecnológicas, sistemas de produção, palestras técnicas e resultados de pesquisas que contribuem para a sustentabilidade do segmento. A feira é destinada aos produtores e empreendedores rurais, técnicos agrícolas, acadêmicos, entre outros, e leva informações de forma direta e aplicável. 

O evento é realizado pela Fundação MS e promovido pelo Sistema Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de MS), Sistema OCB/MS (Organização das Cooperativas Brasileiras) e Aprosoja/MS (Associação dos Produtores de Soja de Mato Grosso do Sul), contando com patrocínio do Senar/MS, Sistema Fiems/Senai e Sicredi. O Showtec conta, ainda, com o apoio da Federação Brasileira de Plantio Direto e Irrigação (Febrapdp), Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Embrapa, Fundems, Prefeitura Municipal de Maracaju, Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, Semagro, Fundação Agrisus e Sanesul. 

Veja Também

Ponta Porã tem comércio liberado
Showtec termina com R$ 150 milhões em negócios
Qualidade do plantio é fator decisivo para produzir mais, aponta especialista
No Showtec 2020, produtores mostram boas práticas em suas propriedades
Ferramenta que permite a bioanálise do solo é lançada durante o Showtec
Máquinas inteligentes, econômicas e práticas
No Showtec, Sicredi renova parceria com a Fundação MS
Sicredi traz proposta inovadora no Showtec 2020
Tecnologias da Embrapa estarão presentes no Showtec 2020
Showtec trará discussão sobre tecnologias para a safrinha