Menu
8 de dezembro de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Agronegócio

Senai mostra na prática tecnologias em carreta de solda durante feira agropecuária

Visitantes do Showtec poderão, ainda, ter acesso a consultorias na área

16 Jan2019Da redação19h12

O desenvolvimento do agro está diretamente ligado ao uso de tecnologias que possam incrementar a produção. Pensando nisso, o Senai instalou um estande no Showtec 2019, para mostrar aos visitantes o funcionamento real de equipamentos relacionados à mecânica automotiva e à diesel. Há, também, a carreta de solda para demonstrações práticas. A feira é realizada em Maracaju, até o dia 18 de janeiro, sexta-feira. 

Segundo o diretor-regional do Senai, Rodolpho Caesar Mangialardo, a instituição atua com duas vertentes para o agronegócio. A primeira é capacitar mais e melhor o trabalhador rural, adicionando tecnologia para a atuação diária, gerando mais produtividade, assim como para o proprietário rural, que ganha em facilidades. “Trouxemos a carreta sala de aula do Senai, composta por 10 cabines e a unidade móvel, para explicarmos sobre solda. Cada uma dessas carretas tem instrutores, para que a gente possa fazer solda, testes e levar aprendizados sobre esse tema”. 

Além disso, o Senai atua com o desenvolvimento de equipamentos para o controle das ações rurais. “É a Indústria 4.0 atuando no agronegócio. Em 2017, por exemplo, o Senai fechou uma parceria com a Fundação MS para desenvolvimento de tecnologias e, em 2019, participa pela primeira vez do Showtec”. 

Quem visitar o espaço do Senai na feira, poderá conhecer mais sobre o laboratório de alimentos, do Instituto Senai de Tecnologia em Dourados. Algumas novidades também são adiantadas. Uma delas é que em fevereiro será aberto um laboratório de grãos e sementes, intermediado pela Fundação MS, com uma equipe criada em Maracaju. “Outra atividade em nosso estande é o fomento às energias renováveis, não apenas a solar, mas também a eólica, com equipamentos para demonstrar o funcionamento de cada um desses itens, e apresentação do uso de drones para agricultura de precisão”, finaliza. 
 

 

Veja Também