Menu
26 de agosto de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Rota das Estações

Embaixador da corrida, Martins tem 64 anos

Mesmo em tratamento contra o câncer, continua praticando e incentivando o esporte em MS

20 Jul2019Adeline Bacelar07h00
(Foto: Marco Miatelo)
  • Martins já participou das duas primeiras edições da Rota das Estações.
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • Mostrando grupos de atletas que ajuda em competições. Foto: Marco Miatelo
  • Martins com Kit de Embaixador da corrida e presente que ganhou da Rede MS. Foto: Marco Miatelo

Martins Soares de Oliveira, tem 64 anos e descobriu um câncer na bexiga a cerca de 6 meses. Mas nem a fase difícil fez com que o corumbaense deixasse as pistas de lado e neste ano, segue como Embaixador da 3ª edição da Rota das Estações, evento promovido pela Rede MS.

O militar veterano conta que quando mais novo sempre praticou esportes, mas foi somente em 2003, ao se 'aposentar' que se empenhou em praticar com afinco o atletismo e a promover o esporte no Estado.

"Quando voltei a treinar tinha apenas 5 corredores em Corumbá, na época já me inscrevi numa corrida de 50 quilômetros e comecei a competir com atletas que já estavam nesse ramo a algum tempo. Durante esse tempo tenho 5 Sulamericanos e um Mundial nas costas", conta orgulhoso.

O bom humor de seo Martins e o sorriso que não sai do rosto refletem a leveza com que ele segue a vida. Não enfatiza, em momento algum a doença, mas sempre a importância de ter uma qualidade de vida.
"Vou continuar treinando até quando meu corpo aguentar, por que praticar esporte é como se fosse um paliativo, a gente adquire qualidade de vida e isso é o mais importante", pontua o atleta.

Além de participar das corridas promovidas no Estado, Martins se empenha em incentivar o atletismo e ajudar jovens atletas a melhorarem o desempenho nas competições. É presidente do projeto de atletismo do Parque Jacques da Luz, que trabalha com juvenis e adolescentes, despertando para a prática esportiva na região. Atualmente também é mentor da Associação de Atletismo Master de Mato Grosso do Sul, que treina corredores para competições em todo o país.

"Durante esse tempo aqui no Estado, procurei me formar em Educação Física, não pra trabalhar com isso, mas para buscar conhecimento e disseminar isso aqui. Mato Grosso do Sul não tem muito incentivo para o atletismo, mas a gente vai trabalhando com esses grupos e incentivando esses treinamentos", ressalta Martins.

Feliz relata que participou das duas primeiras edições da Rota das Estações, com todas as mandalas completas dos anos anteriores. Este ano, com uma história de luta e superação, tornou-se embaixador, do maior circuito de corridas do Estado.

"Quero parabenizar a Rede MS por promover esse evento e levar isso pro interior do Estado, por que antes não tinha nenhuma corrida em Corumbá e hoje nós vemos o incentivo pra população praticar o esporte", agradece.

Martins ainda não sabe se conseguirá correr no dia 27 de agosto, na etapa de Inverno, que será em Corumbá, mas garante que estará prestigiando o evento na Cidade Branca.

"Tenho fé que meu tratamento vai me dar condições de continuar com meus exercícios. Penso que um dia, todos nós vamos morrer, mas se fosse pra partir, gostaria que fosse correndo", enfatiza sorrindo.

Veja Também