Campo Grande •21 de Outubro de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full banner Rota das Estações - Primavera

Neiba Ota, enviada especial a Bonito | Segunda, 31 de Julho de 2017 - 10h00Sacrifícios, lágrimas e sorteIndígena classificou-se em terceiro lugar apesar das dificuldades

  
(Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)

A corrida se torna mágica na vida de quem pratica o esporte. Para uns, é o momento de reflexão, de oração e de relaxamento. Já outros sentem a adrenalina e ficam realmente viciados pela atividade. Alguns chegam a loucuras e encontram no caminho fatos inesquecíveis. No último fim de semana, na Rota das Estações – Etapa Bonito- um fato comoveu a todos e as lágrimas eram visíveis nos olhos de muitos participantes. A história de uma corredora, classificada em terceiro lugar geral na prova de 10km, ganhou destaque e até parecia um filme com final feliz.   

Mesmo com poucos recursos, a indígena de Aquidauana, Suzana Batista Ferreira, de 22 anos, investiu na corrida de inverno em Bonito. Desde a adolescência, ela corre sem patrocínio. Recentemente, ganhou o prêmio de R$ 300 reais numa prova em Corumbá. "Fiz a minha inscrição e paguei minha passagem de ônibus e um amigo de Aquidauana me deu R$ 70 reais para eu conseguir voltar", contou.
A jovem recebeu ainda a solidariedade do professor Elton Teixeira, de 30 anos. Ele a alojou com outros corredores em sua residência. Mas, a grana estava contada e não foi possível fazer uma refeição em Bonito. “Ela ficou sem janta”, disse Elton.
Apesar de mal alimentada, Suzana correu com garra, fez os 10km em 47 minutos e 17 segundos. Ela ficou em terceiro lugar geral feminino e voltaria para casa com esse prêmio e um pacote de bolacha e salgadinhos de lanche para viagem. Mas, a corrida é tão surpreendente para os participantes que traz surpresas incríveis. 
A sorte bateu para Suzana. O gerente da Rádio Bonito Fm, Edmilson Toquinho, sorteou o número 218 para levar uma moto Okm. Porém, o contemplado não estava e perdeu o prêmio. No segundo sorteio, o número 97 e era da corredora Suzana. 
A corredora estava quase indo embora, ganhou a moto e não conteve as lágrimas. "Tô muito emocionada, só Deus sabe o que passei para estar aqui!" A emoção dela comoveu a todos os corredores, vários corredores a cercaram e comemoraram. "Ela merece!", disse professor bonitense Elton Teixeira.
Pelos benefícios à saúde e democratização do esporte, segundo o gerente da Gazin de Bonito, Rafael Fávero, a empresa incentiva a corrida. "Dois funcionários nossos correram", disse.
Gazin e Sesi patrocinaram a corrida em Bonito. Desta vez, foram 300 participantes. "No próximo ano, vamos aumentar o número de vagas", adiantou o diretor de marketing da TV MS, Ulysses Serra. 
O evento contou com organização técnica de A4 Sports e cronometragem Cardoso Sports e apoio de vários parceiros. Entre eles: Prefeitura de Bonito, Governo do Estado (Festival de Bonito, Polícia Rodoviária Estadual), Departamento Municipal de Trânsito, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Cassems, Versátil, Biofrutas, Laboratório Bonito, Acgua Estúdio e Balneário Monte Cristo.

 

Veja Também
Square banner notícias UCI
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothNews
Rec banner - Patio central
DothShop
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento