Campo Grande •23 de Outubro de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full banner Rota das Estações - Primavera

Neiba Ota - Especial para o Diário Digital | Segunda, 31 de Julho de 2017 - 08h14Loucos pela corrida emocionamMovidos pela paixão anônimos de diferentes classes sociais desafiam seus limites

  
(Foto: Marco Miatelo)
  • Vilma Pires de Souza, de 48 anos, concluiu o percurso dos 5km e ganhou a colocação de primeiro lugar geral feminino. (Foto: Marco Miatelo)
  • Leonardo Moraes Messias Amorim perdeu parte da visão, enfrentou lesão na perna mas não desistiu! Ficou em primeiro lugar na classificação geral! (Foto: Marco Miatelo)
  • Guilherme dos Anjos veio de Petrópolis (RJ), fez 5km em menos de 16 minutos e ganhou o prêmio de primeiro lugar. (Foto: Marco Miatelo)
  • A douradense Gisele Bitencourt ficou surpresa ao conquistar o primeiro lugar geral de 10km (Foto: Marco Miatelo)
  • Neiba Ota, primeiro lugar da categoria 10km. (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)

A paixão moveu centenas de corredores de diferentes classes sociais, no último fim de semana, para Bonito. As prova de 5km e 10km na pista da cidade do ecoturismo, com premiação em dinheiro para os três primeiros colocados, desafiaram corredores de todo o Brasil. A corrida de inverno, Rota das Estações - Etapa Bonito-, promovida pela TV MS Record em parceria com Rádio Bonito FM, FM Cidade e Diário Digital, atraiu sul-matogrossenses, paulistas e cariocas.

Desde a largada até a premiação, o percurso (com subidas e a presença viva da natureza) e histórias de sacrifícios, de escolhas e de dedicação dos atletas proporcionaram momentos inesquecíveis aos participantes. Eu corri 10km e acompanhei a vibração da maioria no trajeto que saiu da Praça do Peixe, seguia até a rodovia rumo aos principais pontos turísticos (gruta e balneários). Após vencer limites físicos e, para uns, até financeiros, atravessar a linha de chegada foi a verdadeira vitória. 

Em 20 minutos, Vilma Pires de Souza, de 48 anos, concluiu o percurso dos 5km e ganhou a colocação de primeiro lugar geral feminino. O sentimento era de dever cumprido, ela veio de Birigui para levar o prêmio. Afinal, há 10 anos, o amor pelo atletismo vem transformando a vida dela.
Da roça para as pistas de corrida, Vilma trocou a vida do campo e passou a trabalhar de doméstica na cidade. 

Com os incentivos de prêmios financeiros em corridas, a atleta conquistou a casa própria e, hoje, a modalidade virou o seu ganha pão. Por isso, todo esforço para vencer. "Escolho provas que pagam, tenho disciplina e treino com frequência", disse a campeã dos 5km feminino.

Os obstáculos apareceram também no caminho do corredor paratleta Leonardo Moraes Messias Amorim, de 30 anos, que corre há 13 anos.Perdeu parte da visão, passou a correr e, no começo deste ano, enfrentou lesão na perna, mas não desistiu.

Na corrida de inverno, em Bonito, ele se sentiu como "Usan Bolt". "Eu venho me superando, corri a primeira prova da rota em Campo Grande mal com dores, em Dourados fui campeão e, hoje, novamente primeiro lugar nos 10km com 32min e 10 segundos. Todos me chamaram de Bolt de Ms. Ganhei o novo apelido e estou muito feliz!"

Felicidade também ficou estampada no rosto de Guilherme dos Anjos, de 25 anos, que veio de Petrópolis (Rj). Ele fez 5km em menos de 16 minutos e ganhou o prêmio de primeiro lugar. 
O resultado da moradora de Dourados, personal física Gisele Bitencourt, de 30 anos, a surpreendeu e despertou mais gosto pelas corridas. "Faz menos de um ano que estou treinando, não imaginava ganhar o primeiro lugar geral de 10km. (Ela fez o percurso em 46min e 35 segundos). Agora vou me empenhar para ir a Corumbá", disse.

Sem desculpas para correr

Nem imprevistos impediram os apaixonados pela corrida de participar da Rota das Estações - Etapa Bonito. O marceneiro Milton Rodrigues, de 52 anos, ficou sem hospedagem e dormiu na Praça da Liberdade. "Eu procurei um hotel e não tinha vaga, vim para o banco da praça esperar a prova e corri com muita vontade. Por pouco não peguei pódio, mas valeu cada segundo. Melhorei o meu desempenho. Agora bora correr em Corumbá!"

O casal Thiago Pithan e Treice Imperatori madrugou, em Campo Grande, para encarar a corrida em Bonito.Os dois escolheram 10km. Na pista, ele sentiu dores musculares e pediu que ela seguisse o percurso. A esposa conclui bem a prova e ficou em segundo lugar na categoria de 20 a 29 anos e ele terminou com dores. Mas, a vitória foi de ambos, no pódio a conquista foi compartilhada com muitas fotos e alegria. 

Em celebração à saúde do marido, pela primeira vez Tatiana de Deus correu 5km. Livre de doença grave, com transfusão de medula óssea, o esposo professor Carlão comemora a vida com hábitos saudáveis como a corrida. "Eu resolvi acompanhá-lo", disse Tatiana.

Veja Também
Square banner notícias UCI
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothNews
DothShop
Rec banner - Patio central
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento