Menu
24 de fevereiro de 2020 • Ano 9
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Rota das Estações

Corrida de rua é um estilo de vida

Coach de corredores enaltece atividade e confirma participação de grupo na Rota das Estações

8 Fev2020Paula Fernandes12h00

Quando o assunto é corrida André Milani é uma das referências em Mato Grosso do Sul.  Educador físico e criador da assessoria esportiva Percurso Livre, ele corre há 18 anos. O aclamado coach de corrida é um dos responsáveis pelo início da trajetória de muitas pessoas que tomaram gosto por essa atividade física, evoluíram e hoje disputam maratonas. E assim como em outras edições da Rota das Estações, seu grupo de corrida está confirmado para o circuito de 2020 começando pela prova de Verão que acontece no dia 15 de fevereiro.

Em seis anos atuando com coach, o Percurso Livre tem cerca de 140 corredores entre iniciantes e veteranos espalhados por todo o Estado. A faixa etária é eclética com participantes que tem 16 anos até os que já ultrapassaram a linha de 70 anos. Para a corrida de Verão, que terá a largada às 19 horas no próximo sábado na Cidade do Natal nos altos da avenida Afonso Pena, 50 estão confirmados. “Somos um grupo que participa de disputas pelo Brasil e pelo mundo e para a Rota das Estações cinco corretores de elite, os maratonistas, estão confirmados”, afirma.

A preparação de um corredor é de forma individualizada. Dependendo da condição física e do objetivo de cada pessoa, é feita uma planilha personalizada. “No começo tem a prática da caminhada, às vezes é preciso perder um pouquinho de peso para começar a correr, mas sempre acontece a evolução. A disciplina é muito importante, mas é preciso também tomar gosto pela atividade”, pontua o coach.

E quem opta pela corrida quer mais saúde, bem-estar e qualidade de vida. As pessoas podem praticar em qualquer horário, em qualquer lugar e, segundo André Milani que tem 10 maratonas no currículo, “todo mundo pode correr e o barato da corrida é também curtir e fazer amizades, enfim, é um estilo de vida”.

E a novidade do circuito da Rota das Estações que este ano ampliou de 4 para 6 corridas foi uma grata surpresa. “Excelente iniciativa. Agora além de Campo Grande, Dourados, Três Lagoas e Corumbá vamos correr também em São Gabriel do Oeste e Bonito nas provas da Meia Estação. E que em 2021 venham mais cidades que estaremos lá correndo com alegria e sorrindo”, comemora. André Milani prepara corredores durante meses e no dia da prova trabalha o estímulo com cada um da equipe. Na tenda de concentração de sua equipe ou na pista, o que não falta é apoio e incentivo.“Vamos todos juntos e corro também, afinal tenho que dar o exemplo”, ressalta.

Quem ainda não fez a inscrição, pode acessar esse link para participar. Haverá três percursos de 10km, 5km e 2,2 km. Ao final da prova, serão entregues troféus e prêmios em dinheiro para os primeiros colocados. Todos os corredores terão direito à medalha de participação. Além disso, todos os atletas, independente da colocação, participam do tradicional sorteio da motocicleta zero quilômetro. O valor da inscrição é de R$ 80,00. Quem fizer inscrição nas seis provas tem desconto. Estão disponíveis 1,5 mil vagas. As inscrições serão encerradas logo que o limite seja atingido.

 

 

 

Veja Também

Confira álbum de fotos da Corrida de Verão 2020
Atletas podem conferir o tempo na Corrida de Verão
Rota está cada vez melhor, diz influenciadora digital
Estudante ganha motocicleta em sorteio na Corrida de Verão
Contadora vence na Rota das Estações pela terceira vez
Leonardo Moraes é o mais rápido nos 10km na Corrida de Verão
Vencedora dos 5km conseguiu diminuir tempo
Atleta de Dourados vence a prova dos 5km na Corrida de Verão
Diretor da Fundesporte enaltece Rota das Estações
Sicredi acredita nos benefícios da Rota das Estações, afirma gerente