Menu
19 de setembro de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Pistas

Campeão da Rota brilha em maratona em Brasília

Éder Vaz ficou em segundo lugar na prova com apenas 12 segundos de diferença do primeiro colocado

24 Abr2019Valdelice Bonifácio17h17
(Foto: Amanda de Marchi/Especial para o DD)
  • Éder Vaz tinha expectativa de ficar entre os 15 primeiros e acabou no segundo lugar em maratona
  • (Foto: Amanda de Marchi/Especial para o DD)
  • (Foto: Amanda de Marchi/Especial para o DD)
  • (Foto: Amanda de Marchi/Especial para o DD)
  • (Foto: Amanda de Marchi/Especial para o DD)
  • (Foto: Amanda de Marchi/Especial para o DD)
  • (Foto: Amanda de Marchi/Especial para o DD)
  • (Foto: Amanda de Marchi/Especial para o DD)
  • (Foto: Amanda de Marchi/Especial para o DD)
  • (Foto: Amanda de Marchi/Especial para o DD)
  • (Foto: Amanda de Marchi/Especial para o DD)
  • (Foto: Amanda de Marchi/Especial para o DD)
  • (Foto: Amanda de Marchi/Especial para o DD)
  • (Foto: Amanda de Marchi/Especial para o DD)
  • (Foto: Amanda de Marchi/Especial para o DD)
  • (Foto: Amanda de Marchi/Especial para o DD)
  • (Foto: Amanda de Marchi/Especial para o DD)

O profissional de educação física Éder Vaz, de 34 anos, vive para o atletismo. Ele estreou nas pistas há 17 anos e nunca mais parou. Tamanha dedicação às corridas fez dele um dos campeões do circuito Rota das Estações 2018, realizado pela TV MS Record.  Neste mês de Abril, ele conseguiu outro grande feito: ficou na segunda colocação na Maratona de Brasília, com apenas 12 segundos de diferença em relação ao primeiro colocado.

“Eu estava treinando para esta maratona desde dezembro passado. A corrida foi difícil por conta do percurso com muitas subidas. O tempo não estava ensolarado, mas seco, como é característico de Brasília. Cheguei a ficar na terceira colocação por alguns minutos, mas nos seis quilômetros finais ultrapassei o segundo colocado e garanti minha colocação”, explicou o atleta sobre a prova que tem 21 km. 

Quando saiu de Campo Grande rumo à capital federal, Éder Vaz tinha a expectativa de ficar entre os primeiros 15 atletas. Portanto, a segunda colocação entre corredores do País inteiro foi uma feliz surpresa. Ele fez o percurso em 1hora e 18 minutos e 12 segundos.

Presente da Rota - A participação na Maratona de Brasília foi o prêmio do circuito Rota das Estações aos primeiros colocados na competição em 2018. “Foi um grande presente que recebi. Fiquei num excelente hotel, com ótima acomodação e perto do local da prova. A Rota das Estações está de parabéns por prestigiar os esportistas”, afirma o corredor.

A Rota premiou com a viagem, hospedagem e inscrição na prova de Brasília, os quatro campões da competição que acumularam maior pontuação no somatório das quatro etapas da disputa. Éder foi vencedor na prova dos 5km masculino. Além dele, quem também foi para a capital federal e se destacou foi a atleta Janine de Oliveira Rodrigues -- vencedora nos 5 km feminino -- e que ficou na primeira colocação na maratona.

Satisfeito com seu desempenho, o atleta não vive só para acumular medalhas e troféus. Ele também ajuda na formação de futuros corredores. Éder Vaz é orientador em grupos de corrida e dá aula como educador físico em projetos da prefeitura em parques públicos de Campo Grande.

Inspiração - Durante entrevista concedida no Parque Ayrton Senna, no Bairro Aero Rancho, ele estava cercado por alunos que confessam que o professor campeão é uma inspiração para eles. “Estou gostando muito do atletismo. O professor tem nos ensinado muito. Quando crescer pretendo estudar educação física e trabalhar com foco no atletismo”, revela o estudante Mateus Eduardo de Oliveira Martins, de 14 anos.

Éder Vaz nasceu e cresceu na cidade de Coxim onde trabalhava como leiturista de energia. Ele veio para Campo Grande para tentar se tornar um atleta profissional. Aqui, ele estudou educação física enquanto treinava para corridas. “Hoje estou sempre entre os melhores do Estado”, afirma.

O corredor também dá aula de educação física em uma escola particular de Campo Grande. “No tempo que sobra, faço meu treinamento sozinho. Corro entre 40 minutos e 1h20 por dia”, mencionou.

O atleta também está participando da Rota das Estações 2019. Ele correu na prova de Verão em Campo Grande e vai participar das outras três etapas, cujas datas estão assim definidas: Dourados (Corrida de Outono em 25 de Maio), Corumbá (Corrida de Inverno em 17 de Agosto) e Três Lagoas (Corrida da Primavera em 16 de Novembro).

Inscrições - As inscrições para a corrida de Outono estão abertas e podem ser feitas clicando aqui. A largada será às 20h, na Avenida Marcelino Pires, localizada em frente ao Shopping Avenida Center, em Dourados.

Rota das Estações - A Rota das Estações está na sua terceira edição. Todos os anos, o evento é realizado em quatro cidades de Mato Grosso do Sul sendo uma corrida em cada estação do ano.

Premiações - Os prêmios em dinheiro para os atletas vencedores estão maiores neste ano. O valor será de R$ 400 para o primeiro colocado, R$ 300 para o segundo e R$ 200 para o terceiro na categoria geral nos 5km e 10km. No caso da corrida de 2,2 km não há premiação em dinheiro.

Assim como nas edições anteriores, a Rota das Estações 2019 sorteará uma motocicleta zero quilômetro por prova. Todos os atletas inscritos, independente da colocação na corrida, participam do sorteio.

Veja Também