Menu
23 de abril de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Super Banner SEGOV - VALE UNIVERDADE
Câmara Municipal

Vereadora promete provar que trocou de partido por justa causa

Enfermeira Cida trocou o Podemos pelo Pros; ela alega motivos éticos

16 Abr2018Valdelice Bonifácio16h37

A vereadora Maria Aparecida de Oliveira do Amaral, conhecida como Enfermeira Cida Amaral, que trocou o Podemos pelo Pros informou, por meio de sua assessoria, que a desfiliação ocorreu por justa causa e que se sua cadeira for requerida pelo antigo partido vai provar na Justiça os motivos da desfiliação.

“Foi por justa causa. Por motivos éticos e para não causar desconforto partidário, a vereadora prefere se reservar da prerrogativa de não expor”, informou a assessoria da parlamentar.

Na semana passada, a direção regional do Podemos anunciou que vai à Justiça pedir a vaga da parlamentar. Conforme o presidente estadual da sigla Cláudio Sertão, a vereadora se desfilou sem  ao menos comunicar a legenda. Ele diz que desconhece os motivos da desfiliação e que a cadeira de Cida será reivindicada na Justiça.

Já a assessoria da parlamentar garante que está preparada para defender o direito da Enfermeira Cida ao mandato. “Se for requerido, o jurídico está pronto para tomar as atitudes necessárias”, disse a assessoria da parlamentar. “Vamos demonstrar os motivos da justa causa”, completou.

Nas eleições de 2016, a Enfermeira Cida elegeu-se em chapa pura do Podemos com cerca de 1,9 votos. O primeiro suplente dela é o jornalista Silvio Mori que também se desfilou do partido. Assim, o Podemos pedirá a vaga para o segundo da lista Wilson Xororó que teve 1,2 mil votos.

Veja Também

Servidores cobram abono salarial e jornada de 6h
Secretário é escolhido para presidir o PSDB
Acordo para votar Previdência na CCJ não terá impacto fiscal
Projeto que desobriga obesos de passar em catraca será votado na terça
CPI para investigar tragédia de Brumadinho será instalada na terça-feira
Processo que identifica pessoa com deficiência será revisado
CCJ retoma na terça análise do parecer da reforma da Previdência
Bolsonaro: invasão de terra tem que ser tipificada como terrorismo
Prazo de internação de jovens infratores pode aumentar para sete anos
Projeto proíbe extinção de pena de grandes devedores da Previdência