Campo Grande •21 de Novembro de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full banner Governo - Governo Presente - Matrícula

Valdelice Bonifácio | Sexta, 10 de Fevereiro de 2017 - 14h27Vereador mais votado avisa que não distribui sacolãoParlamentar coloca placa na porta do gabinete para explicar funções do vereador

  
(Foto: Divulgação)
  • (Foto: Divulgação)

Vereador campeão de votos nas eleições de 2016 em Campo Grande, André Salineiro se mostra disposto a romper com velhas práticas na política. Em nota distribuída à imprensa, ele relata o início da legislatura na Câmara Municipal de Campo Grande, muitas pessoas já procuram os gabinetes para pedir dinheiro ou produtos, o que ele não pretende atender. Tanto que já colocou placa na porta de seu gabinete explicando o que é certo e o que errado na conduta de um parlamentar.

“É muito mais importante ensinar a pescar do que dar o peixe. Quando alguém vem pedir dinheiro para alimentação, a compra de um remédio ou um emprego, o nosso papel é justamente buscar resolver os problemas sociais que estão impedindo essa pessoa de conseguir isso. Vamos fiscalizar se o município está fornecendo as medicações, vamos buscar formas de gerar emprego e renda para todos, por exemplo. É para isso que estamos aqui”, comenta.

Salineiro explica que é função dos 29 vereadores eleitos fiscalizar as ações do prefeito, vice-prefeito e secretários municipais; propor novas leis que sejam de interesse da cidade, além de debatê-las, modificá-las e trabalhar para aprová-las; votar projetos de lei enviados pelo prefeito; organizar e fiscalizar os trabalhos da Câmara Municipal e representar os anseios da população para o bem comum.

Por outro lado, não é obrigação do vereador distribuir cestas básicas ou oferecer qualquer vantagem em serviços públicos, em que as leis já indicam se há prioridades e quem são os beneficiários. 
Também não cabe ao parlamentar prometer emprego, patrocinar festas e eventos e conseguir, por meio de influência, vagas para terceiros em órgãos públicos. O vereador também não deve ser procurado para doações de qualquer tipo, como remédios, botijão de gás e pagamento de contas de energia, água e telefone.

Eleito pelo PSDB, Salineiro conquistou seu primeiro mandato nas eleições de 2016, obtendo 8.776 votos.

(Com informações da assessoria de imprensa do Parlamentar)

 

Veja Também
Segóvia defende prerrogativa da PF de fechar delações premiadas
Deputado de MS é cotado para ministro de Temer
Lama Asfáltica terá foco especial, diz chefe da PF
Inscrição de assentamentos no cadastro rural está na pauta da CRA
Projeto de lei restringe saída temporária de presidiários
Estabelecimentos deverão divulgar juros de vendas a prazo e no crédito
Governo elabora projeto que cria Fundo de Combate à Corrupção
Assembleia entrega Zumbi dos Palmares na segunda-feira
Assembleia ignora protestos e vota pela libertação de deputados presos
MPF quer bloqueio de R$ 24 milhões em bens de Lula e seu filho
Square banner notícias UCI
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothNews
DothShop
Rec banner - Patio central
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento