Campo Grande •16 de Agosto de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full Banner FM Cidade

Da redação | Sábado, 1 de Outubro de 2016 - 13h15TRE-MS sorteia urnas que serão auditadas em votação paralelaMecanismo foi criado para comprovar a confiabilidade do sistema eletrônico

(Foto: Luciano Muta)

O Tribunal Regional Eleitoral do Mato Grosso do Sul (TRE-MS) realizou na manhã deste sábado (1), o sorteio das urnas eletrônicas que serão auditadas, na votação paralela, no primeiro turno das Eleições 2016.

Foram sorteadas 3 urnas, sendo: a seção 160, da 35ª Zona Eleitoral de Campo Grande; a seção 18, da 32ª Zona Eleitoral de Ribas do Rio Pardo; e a seção 41, da 40ª Zona Eleitoral de São Gabriel do Oeste. 

As urnas sorteadas, que já estão com carga oficial de votação e em posse dos respectivos presidentes de mesa, são substituídas por outras de reserva, que serão carregadas com os mesmos dados das urnas sorteadas.

Como ocorreu já nas últimas eleições, o TRE-MS contou com o apoio da Polícia Rodoviária Federal, no transporte com helicóptero das urnas do interior do Estado que foram sorteadas e são trazidas para a Capital.
 
Auditoria de funcionamento: O procedimento está entre os diversos mecanismos criados pela Justiça Eleitoral para comprovar a confiabilidade do sistema eletrônico de votação
 
A votação paralela é uma forma de auditoria de funcionamento das urnas eletrônicas, adotada por todos os TREs, e está entre os diversos mecanismos criados pela Justiça Eleitoral para comprovar a confiabilidade dos sistema eletrônico de votação.
 
O procedimento ocorre no domingo (2), mesmo dia e horário oficial da votação, sendo acompanhado por representantes de partidos políticos, da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/MS), do Ministério Público, além de fiscais que verificam a assinatura digital dos programas e o resumo digital. Em seguida, os participantes, antes de votar na urna eletrônica, revelam aos fiscais em quem votarão e registram sua escolha também em um terminal de apuração independente da urna.
 
Depois, é feita a comparação do resultado da votação revelado pelo participante com o resultado registrado no boletim de urna. O objetivo é mostrar que o que foi digitado no teclado da urna corresponde realmente à escolha do eleitor.

Veja Também
PF apreende celulares e eletrônicos na casa de ex-secretário federal
Terça, 15 de Agosto de 2017 - 12h00Moro defende "vontade política" para que medidas anticorrupção avancem Moro fez um balanço positivo da Lava Jato
Deputados reiniciam hoje votação de mudanças no sistema político-eleitoral
De olho no Senado, Bernal assume presidência do PP
Sob protestos, projeto ‘Escola sem partido’ é debatido na Câmara
Sábado, 12 de Agosto de 2017 - 15h45Planalto diz que Temer não participa de discussões sobre reforma política Expectativa é que a reforma seja votada até o fim deste mês
MS poderá ter programa de coleta de óleos
Fachin não inclui Temer em inquérito que investiga integrantes do PMDB
Senador colombiano envolvido em caso Odebrecht é detido em Bogotá
Comissão na Câmara rejeita proposta que pede fim dos cargos de vice
Square banner notícias UCI
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothNews
Rec banner - Patio central
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento