Menu
24 de junho de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Nacional

STF abre inquérito para investigar crimes citados por ex-governador de MT

Silval Barbosa fez declarações de suposto esquema de corrupção entre 2004 e 2014

25 Ago2017Agência Brasil19h40

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luiz Fux autorizou a abertura de inquérito para investigar as declarações do ex-governador do Mato Grosso Silval Barbosa sobre o funcionamento de um suposto esquema de corrupção no estado entre 2004 e 2014.

Silval fechou acordo de colaboração com a Procuradoria-Geral da República (PGR), e o conteúdo dos depoimentos foi tornado público hoje (25) após a retirada do segredo de Justiça.

No pedido de investigação enviado ao Supremo, a PGR cita que empresários e políticos locais formaram uma organização criminosa para garantir a "manutenção da governabilidade e para o pagamento de dívidas de campanha”. Segundo a acusação, políticos cobravam propina em obras do governo.

"A organização criminosa, por meio de seus integrantes que exerciam funções como agentes políticos e/ou servidores públicos, solicitavam propina ou 'retorno' de pagamentos devidos pelo estado às empresas contratadas para a execução de obras e serviços", diz a PGR.

A investigação ainda não tem prazo para terminar e será conduzida pela Polícia Federal no Mato Grosso.

Veja Também

Tentativa suicídio mobiliza Bope e Bombeiros
PSDB tem três alianças confirmadas
Puccinelli pretende anunciar o vice em julho
Justiça homologa delação premiada de Palocci
Presidenciável, Henrique Meirelles volta à Capital na segunda-feira
Câmara quer pressa em apreciar alterações
Reservista do serviço militar poderá atuar como policial voluntário
Biometria para deputados é implementada na Assembleia
ex-governador Cabral vira réu pela 24ª vez
Verba para UBS não sai e abre divergência política