Menu
21 de outubro de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Mega Banner CCR-MS Via
Eleições 2018

Simone desiste da disputa pelo governo

Senadora atribuiu desistência a apelos familiares e defendeu que Harfouche, seu vice, assuma cabeça de chapa

12 Ago2018Valdelice Bonifácio21h25

A senadora Simone Tebet (MDB) desistiu da candidatura ao governo do Estado. A decisão foi anunciada neste domingo, dia 12 de agosto. Em nota, ela defendeu que o atual candidato a vice na chapa, o procurador-licenciado Sérgio Harfouche (PSC), assuma o posto de candidato ao governo. O Diretório regional do MDB deve se manifestar oficialmente nesta segunda-feira, 13.

O nome de Simone para a disputa ao governo tinha sido confirmado em conveção do MDB realizada no dia 4 de agosto, em Campo Grande. A senadora alega que a a desistência se deve ao apelo de familiares. "Conhecendo meus problemas de ordem pessoal, recebi apelos contundentes da minha família para não ser candidata", mencionou na nota.

A parlamentar mencionou que aceitou ser candidata atendendo a pedido do ex-governador André  Puccinelli. Ela alega que estava tomada pela emoção quando decidiu concorrer. Puccinelli era o pré-candidato do partido, mas foi preso em 20 de julho em operação da Polícia Federal(PF), o que inviabilizou sua candidatura.

Na nota, Simone mencionou que com a prisão de Puccinelli um quadro de instabilidade atingiu o
MDB. Ela lembrou que a campanha estava totalmente estruturada em torno do ex-governador. Para ela, houve "intempestiva intervenção judiciária num processo eletoral que, até então, vinha se desenvolvendo nos marcos da normalidade."

A senadora também defendeu o nome de Sérgio Harfouche para ocupar a cabeça da chapa. Segundo ela, a competência e compromisso do candidato a vice "não podem ser postos em causa." "Seja qual for a opção do diretório, terá em mim uma militante aguerrida", assegura.

Se Harfouche assumir a cabeça de chapa como propõe Simone, caberá ao MDB indicar o nome do vice. Contudo, a questão ainda estaria sendo examinada pelo Diretório do partido.

Veja Também

Pela democracia, mulheres vão às ruas na Capital e em várias cidades
PF abre inquérito para investigar fake news envolvendo candidatos
WhatsApp remove contas de disparo em massa de notícias falsas
Campanha eleitoral é dominada por troca de acusações sobre fake news
Simone Tebet cotada para presidência do Senado
Odilon de Oliveira nega orientação para fake news
Ação combate ‘fake news’ contra Reinaldo após denúncia
Odilon é rejeitado por 30% e Reinaldo 28%
Pesquisa mede possibilidade de mudança de voto
Jair Bolsonaro amplia vantagem