Campo Grande •25 de Abril de 2017  • Ano 5
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto

Da redação | Domingo, 23 de Outubro de 2016 - 09h30Rose assume compromisso para redução da desigualdade racialCandidata da coligação Juntos Por Campo Grande visitou a Comunidade Tia Eva neste sábado

Propostas incluem a valorização da cultura negra, com ações na educação básica; o acesso ao emprego e saúde; e fortalecimento das entidades que cuidam dos assuntos da população negra, entre outros
Propostas incluem a valorização da cultura negra, com ações na educação básica; o acesso ao emprego e saúde; e fortalecimento das entidades que cuidam dos assuntos da população negra, entre outros (Foto: Assessoria)

Em visita à Comunidade Tia Eva, localizada no bairro Jardim Seminário, ao Norte da Capital, neste sábado (22), a candidata Rose Modesto, da Coligação Juntos Por Campo Grande (PSDB-PR-PDT-PSB-PRB-PSL-SD) recebeu um documento intitulado “programa municipal para eliminação das desigualdades raciais”, elaborado pela população negra da Capital, com políticas públicas para o grupo.

A candidata recebeu o documento do assessor jurídico da Coordenação das Comunidades Negras Rurais e Quilombolas de Mato Grosso do Sul, José Roberto Camargo de Souza. As propostas incluem a valorização da cultura negra, com ações na educação básica; o acesso ao emprego e saúde; e fortalecimento das entidades que cuidam dos assuntos da população negra, entre outros.

“Estou pessoalmente nessa campanha porque o Governo do Estado fez uma coisa que ninguém antes fez, que foi a criação da primeira Subsecretaria de Política Racial. Isso mostra o caráter do governo. Também queremos uma secretaria na Prefeitura”, disse José Roberto.

A reunião foi organizada por Antônio Borges dos Santos, descendente de Tia Eva e presidente do conselho Estadual dos Direitos dos Negros. A Comunidade Tia Eva foi fundada em 1910 por Eva Maria de Jesus e tem aproximadamente 1.200 moradores.

“Avançamos com o Governo do Estado, mas ainda temos muito a fazer e precisamos de vocês lá dentro. No Município, caso seja eleita, será assim também”, disse a candidata. Os moradores disseram que a presença de Rose mostra o comprometimento dela com a população negra.

ESPORTE
A candidata também se comprometeu com a prática esportiva. A estudante Poliana Santos, que tem descendência quilombola, é zagueira no time Meninas da Vila JP. A equipe é formada por mulheres a partir dos 16 anos da comunidade.

Ela disse que joga desde criança e tem o sonho de se tornar uma jogadora profissional, mas que faltam incentivos para a prática esportiva. “Aqui é difícil porque só temos a quadra da escola para jogar e temos que dividi-la com os meninos. Acho importante ela vir na comunidade e mostrar o trabalho dela”, explicou.

“A mulher tem que enfrentar muitos preconceitos, inclusive no esporte. E como a gente muda isso? Incentivando e atraindo mais meninas para a prática esportiva”, disse a candidata, que se comprometeu com o fortalecimento do time de Poliana.

Veja Também
Ministro da Justiça defende redução do número de presos provisórios
Pedágio sem obras é inconcebível, diz governador sobre BR-163
Temer vai pedir a ministros empenho na aprovação de reformas
Marco Civil da Internet pode perder força com novas leis, dizem pesquisadores
Confiança na economia voltou, afirma Michel Temer
Batalhão da PM poderá ter nome de capitão morto em combate
CPI investigará maus tratos contra crianças e adolescentes
Governo do Estado promete discutir incorporação de abono
Aumento de gastos só se arrecadação crescer, diz Reinaldo
Delação premiada de Delcídio pode ser anulada
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
Rec banner - cirurgia.net
DothShop
DothNews
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento