Campo Grande •18 de Outubro de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full banner Rota das Estações - Primavera

Da redação | Quarta, 19 de Julho de 2017 - 17h49Publicada Lei que autoriza repactuação da dívida de MS com o BNDESRenegociação prevê o alongamento da dívida por 10 anos com quatro de carência

(Foto: Divulgação)

A renegociação da dívida do Governo de Mato Grosso do Sul com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) recebeu sinal verde dos deputados estaduais. O projeto de Lei (PL 135/2017) de autoria do Executivo foi aprovado em primeira e segunda votações na quarta-feira (12.7) e publicado no Diário Oficial do Estado desta quarta-feira (19.7). Segundo o governador, a renegociação prevê o alongamento da dívida por 10 anos com quatro de carência e é importante para que os Estados melhorem o fluxo de caixa e possam cobrir as despesas.

A lei que autoriza o refinanciamento dá prazo até o dia 23 de dezembro de 2017 para que a renegociação seja concluída. As resoluções que autorizam o Governo Federal a executar as operações foram aprovadas no último dia 20 de junho, pelo plenário do Senado: elas permitem que Estados com nível de endividamento acima dos limites (duas vezes sua receita corrente líquida) possam refinanciar seu passivo com o banco.

Além disso, o refinanciamento teve aval do Tesouro Nacional, que é o avalista dos Estados na renegociação. O BNDES divulgou que todos os 26 Estados têm dívidas passíveis de renegociação, valor que soma R$ 20,87 bilhões.

O acordo vale para dívidas contratadas até dezembro de 2015. O benefício cobre as linhas de financiamento concedidas pelo BNDES, como o Proinveste e o Programa Emergencial de Financiamento (PEF), e para a linha que autoriza a contratação de crédito com recursos do BNDES para financiar obras do PAC, do Minha Casa, Minha Vida. O único veto, neste momento, é a inclusão de financiamentos para obras da Copa de 2014.

A reivindicação do governador Reinaldo Azambuja é que na repactuação sejam considerados todos os financiamentos. Mato Grosso do Sul possui três contratos de financiamento com o BNDES no total de R$ 1,2 bilhão, mas só poderia alongar, segundo os critérios previamente estabelecidos, R$ 600 milhões.

Alongamento e exportações - Reinaldo defende a repactuação de dívida com o BNDES, mas também cobra a liberação de recursos do Auxílio Financeiro para Fomento das Exportações (FEX) referentes à compensação das perdas do Estado devido à desoneração das operações de venda externa de grãos.

No caso de Mato Grosso do Sul, que tem forte participação na balança comercial com a exportação de soja e outras commodities agrícolas, as perdas tem grande impacto na receita. O FEX tem reembolsado 5% do total das operações externas. Reinaldo Azambuja considera esse percentual “injusto diante da importância do esforço exportador de estados e municípios para a economia brasileira”.

Rito acelerado - O BNDES estuda facilitar a repactuação das dívidas com um rito padrão para a entrega de documentos pelos Estados. O objetivo é instituir um rito acelerado, devido ao prazo que encerra em dezembro. Conforme divulgado por meio da mídia nacional, a previsão do presidente do banco, Paulo Rabello de Castro, é finalizar o kit até o final de julho.

Veja Também
Por 44 a 26, Senado devolve mandato a Aécio Neves
Atendendo funcionários, deputados intermediam acordo entre Governo e JBS
Hospitais terão que comunicar delegacias sobre agressão física
Liminar impede expulsão de Tereza Cristina do PSB
Presidenciável, senador Álvaro Dias lança partido em MS
Funcionários da JBS temem não receber salários
STF determina que votação sobre afastamento de Aécio Neves será aberta
Terça, 17 de Outubro de 2017 - 10h54Reforma eleitoral abre espaço para propaganda paga em sites Tema levanta reflexões de especialistas na área de tecnologia e comunicação
Odilon de Oliveira quer iniciar debate com a sociedade
Campo-grandenses são multados em R$ 2,3 mil por captura e transporte pescado
Square banner notícias UCI
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothShop
Rec banner - Patio central
DothNews
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento