Menu
22 de junho de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Segurança Pública

Projeto proíbe uso de capacete em estabelecimentos comerciais e públicos

Matéria foi apresentada à Assembleia Legislativa nesta semana

16 Jun2017Da redação20h46

Impedir a ação de bandidos que entram em estabelecimentos com o rosto coberto para não serem identificados pelas câmeras de segurança. Esse é o objetivo do Projeto de Lei que proíbe o ingresso ou permanência de pessoas utilizando capacete ou qualquer tipo de cobertura que oculte a face, nos comércios, lugares públicos ou abertos ao público, em Mato Grosso do Sul. A proposta foi apresentada nesta quarta-feira (14/6), pelo deputado estadual Eduardo Rocha (PMDB).

O projeto determina ainda que os motociclistas retirem o capacete antes da faixa de segurança para abastecimentos. Nos estabelecimentos deverá ser fixada uma placa contendo a seguinte informação: “É proibida a entrada de pessoa utilizando capacete ou qualquer tipo de cobertura que oculte a face”.

“Assaltos e vários crimes praticados têm sido cometidos por pessoas com capacete ou vestimentas que impedem o registro da imagem de seus rostos pelas câmeras de seguranças. Apresentamos o Projeto de Lei para que os comerciantes possam exigir a retirada da cobertura”, justificou o parlamentar.

Veja Também

Presidenciável, Henrique Meirelles volta à Capital na segunda-feira
Câmara quer pressa em apreciar alterações
Reservista do serviço militar poderá atuar como policial voluntário
Biometria para deputados é implementada na Assembleia
ex-governador Cabral vira réu pela 24ª vez
Verba para UBS não sai e abre divergência política
Simone elogia retomada das obras de fábrica de fertilizantes em MS
Educação Ações podem acabar com cursos EaD na área da saúde em MS Medidas foram decididas em audiência pública da assembleia
Eleições 2018 Eleição sem dinheiro de empresários Pela 1ª vez, campanha eleitoral não terá financiamento de empresas
PF pede quebra de sigilo telefônico de Temer e ministros