Menu
16 de setembro de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Poder Legislativo

Projeto de Lei regulamenta a profissão de instrutor de trânsito

Atualmente, somente Resolução do Contran trata sobre a atividade do instrutor de trânsito

22 Mai2019Da redação16h57

Começou a tramitar nesta quarta-feira (22), na Assembleia Legislativa, o Projeto de Lei, de autoria do deputado Evander Vendramini (PP), que regulamenta o exercício da profissão de instrutor de trânsito no Estado. Pelo texto, para exercer a atividade é necessário registro no Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul (Detran-MS).    

Ao instrutor de trânsito compete instruir os alunos acerca dos conhecimentos teóricos e das habilidades necessárias à obtenção, alteração, renovação da permissão para dirigir e da autorização para conduzir ciclomotores. Além disso, o profissional é responsável em ministrar cursos definidos pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran).

Para exercer a atividade, os principais requisitos são: idade mínima de 21 anos, pelo menos dois anos de efetiva habilitação, não pode ter infração de natureza gravíssima, ensino médio completo e certificado de curso específico, de direção defensiva e de primeiros socorros.

“Hoje, somente Resolução do Contran trata sobre a atividade do instrutor de trânsito. Considerando que as normas existentes não disciplinam de forma precisa e efetiva os aparatos necessários para atender os anseios da categoria, o Estado possui competência suplementar para legislar sobre o tema”, disse o parlamentar. 

Veja Também

'Acabou esse assunto', diz Rodrigo Maia sobre retorno da CPMF
CPI das Fake News analisa plano de trabalho nesta terça-feira
Reforma tributária e concurso para Força Nacional estão na pauta na CCJ
Bolsonaro deixa hospital em São Paulo e volta para Brasília
Projeto de lei identifica autistas no RG em MS
Bolsonaro tem dieta oral suspensa e vai para alimentação endovenosa
Bolsonaro não tem dor ou febre e vai iniciar fisioterapia, diz boletim
Projeto de lei exige notificação de casos de automutilação e suicídio
Cirurgia de Bolsonaro é simples e deve durar até três horas
Operação Lava Jato está sob ataque dos três Poderes, diz senador