Menu
16 de junho de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Mega Banner Segov - Campanha Entregas
Saúde

Projeto cria 'Novembro Verde' em defesa da homeopatia

Proposta de autoria do vereador Dr. Lívio já foi aprovado em primeira discussão na Câmara

13 Jun2019Da redação17h39

O vereador Dr. Lívio (PSDB),  presidente da Comissão de Saúde da Câmara Municipal de Campo Grande, apresentou projeto de lei para ressaltar a importância da homeopatia no tratamento de doenças como asma, bronquite, depressão, ansiedade entre outras.

O Projeto de Lei 9.151/2018 quer instituir o Novembro Verde como o mês dedicado ao movimento de conscientização para a importância dessa opção terapêutica. Como médico especializado também em homeopatia, Dr. Lívio garante os benefícios e eficácia do uso de medicamentos homeopáticos.

A proposta foi aprovada em primeira discussão nessa terça-feira (11) e seguirá para segunda discussão e votação.

Histórico - No dia 21 de Novembro comemora-se o Dia da Homeopatia no Brasil, data em que a homeopatia chegou ao Brasil no ano de 1840, trazida pelo médico francês Dr. Benoit Mure. Em 2014, alguns homeopatas brasileiros se uniram e resolveram criar uma campanha para divulgar intensamente essa prática terapêutica bem como o resultado do uso dos medicamentos homeopáticos na prevenção de doenças. 

A homeopatia é reconhecida pelo Ministério da Saúde, desde 2006, como umas das 29 práticas integrativas ofertadas no Sistema Único de Saúde (SUS). Ela foi incluída após a Organização Mundial da Saúde (OMS) estimular o uso da medicina tradicional, complementar e alternativa, junto às técnicas utilizadas pela medicina ocidental moderna, com a observação dos requisitos de segurança, eficácia, qualidade, uso racional e acesso. É considerada uma medicina alternativa que não apresenta efeitos colaterais adversos.

(Fonte: Assessoria de imprensa da Câmara de Campo Grande)

Veja Também

Projeto inclui tema 'Combate à corrupção' no currículo escolar
Nelsinho assume presidência do PSD com Londres de vice
Moro diz que pode ter cometido um 'descuido formal'
Bolsonaro recorrerá da decisão que inocentou Adélio
Bolsonaro critica decisão do STF de criminalizar homofobia
Relatório apresentado na Câmara pode abortar Previdência, diz Guedes
PSD realiza eleição do diretório estadual neste sábado na Capital
Bolsonaro critica decisão do STF de criminalizar homofobia
Comissão aprova prioridade de embarque para pessoas com deficiência