Campo Grande •23 de Maio de 2017  • Ano 5
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Corrida de Outono patrocinadores

Valdelice Bonifácio | Terça, 3 de Janeiro de 2017 - 16h23Prefeitura fará plantão para receber IPTU, esperança para pagar saláriosQuem pagar o imposto até dia 10 de janeiro terá desconto de 20% no valor total

Marquinhos concedeu entrevista coletiva para falar sobre as finanças da prefeitura; maior parte do dinheiro deixado por Bernal já tinha destinação
Marquinhos concedeu entrevista coletiva para falar sobre as finanças da prefeitura; maior parte do dinheiro deixado por Bernal já tinha destinação (Foto: Marco Miatelo)

A prefeitura de Campo Grande conta com a arrecadação do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) para pagar o restante do 13º de 2016 e ainda os salários de dezembro dos servidores públicos municipais. Tanto que nos próximos sábado e domingo, dias 7 e 8, a central de pagamento de impostos que funciona em prédio anexo à prefeitura estará aberta a partir das 7h30 para receber os contribuintes. Quem pagar o imposto até dia 10 de janeiro terá desconto de 20% no valor total.

O plantão foi anunciado durante entrevista coletiva concedida pelo prefeito Marquinhos Trad (PSD) e dois secretários municipais. Ele informou que recebeu a prefeitura com tão somente R$ 41 milhões para o pagamento de salário, destes R$ 4 milhões foram destinados ao 13º de servidores da área de saúde. Portanto, sobraram apenas R$ 37 milhões em caixa. Porém, somente a folha de pagamento em valor bruto é de R$ 112 milhões. A parte do 13º não quitada pela gestão de Alcides Bernal (PP) soma R$ 19,8 milhões, segundo a equipe de Marquinhos.

O valor esperado do IPTU em pagamentos à vista é de R$ 150 milhões. Se o contribuinte do IPTU corresponder já nos próximos dias, a prefeitura pretende depositar os salários na sexta-feira, dia 6. Do contrário, vai aguardar até 10 de janeiro quando termina o prazo para descontos. “Ninguém vai deixar de receber, mas a data depende da entrada de receita de IPTU. No pior cenário pagaremos no dia 12 de janeiro”, disse o prefeito.

Quando transmitiu o cargo ao prefeito Marquinhos Trad o antecessor Alcides Bernal (PP) informou que estava deixando R$ 225 milhões em caixa. Contudo, segundo Marquinhos, a maior parte da verba já tem destinações obrigatórias, ou seja, "é carimbada" para obrigações nas áreas de saúde e educação, por exemplo.

Veja Também
Lula é denunciado por corrupção e lavagem de dinheiro
Delcídio diz que foi interrogado pelo Departamento de Justiça dos EUA
Governador suspeita de vingança do JBS em delação
OAB pede acesso às delações sobre políticos de MS
Servidores pedem apuração sobre verba do MSPrev
Crise pode atrasar reforma da Previdência, diz Meirelles
Cintra diz que nota fiscal citada em delação é verdadeira
Guias e notas emitidas pela JBS comprovam relação comercial legal, diz secretário
Vereador pede investigação sobre denuncias da JBS em MS
Temer reúne ministros e base aliada e pede que Congresso trabalhe normalmente
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothNews
DothShop
Rec banner - cirurgia.net
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento