Campo Grande •28 de Março de 2017  • Ano 5
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto

Valdelice Bonifácio | Terça, 3 de Janeiro de 2017 - 16h23Prefeitura fará plantão para receber IPTU, esperança para pagar saláriosQuem pagar o imposto até dia 10 de janeiro terá desconto de 20% no valor total

Marquinhos concedeu entrevista coletiva para falar sobre as finanças da prefeitura; maior parte do dinheiro deixado por Bernal já tinha destinação
Marquinhos concedeu entrevista coletiva para falar sobre as finanças da prefeitura; maior parte do dinheiro deixado por Bernal já tinha destinação (Foto: Marco Miatelo)

A prefeitura de Campo Grande conta com a arrecadação do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) para pagar o restante do 13º de 2016 e ainda os salários de dezembro dos servidores públicos municipais. Tanto que nos próximos sábado e domingo, dias 7 e 8, a central de pagamento de impostos que funciona em prédio anexo à prefeitura estará aberta a partir das 7h30 para receber os contribuintes. Quem pagar o imposto até dia 10 de janeiro terá desconto de 20% no valor total.

O plantão foi anunciado durante entrevista coletiva concedida pelo prefeito Marquinhos Trad (PSD) e dois secretários municipais. Ele informou que recebeu a prefeitura com tão somente R$ 41 milhões para o pagamento de salário, destes R$ 4 milhões foram destinados ao 13º de servidores da área de saúde. Portanto, sobraram apenas R$ 37 milhões em caixa. Porém, somente a folha de pagamento em valor bruto é de R$ 112 milhões. A parte do 13º não quitada pela gestão de Alcides Bernal (PP) soma R$ 19,8 milhões, segundo a equipe de Marquinhos.

O valor esperado do IPTU em pagamentos à vista é de R$ 150 milhões. Se o contribuinte do IPTU corresponder já nos próximos dias, a prefeitura pretende depositar os salários na sexta-feira, dia 6. Do contrário, vai aguardar até 10 de janeiro quando termina o prazo para descontos. “Ninguém vai deixar de receber, mas a data depende da entrada de receita de IPTU. No pior cenário pagaremos no dia 12 de janeiro”, disse o prefeito.

Quando transmitiu o cargo ao prefeito Marquinhos Trad o antecessor Alcides Bernal (PP) informou que estava deixando R$ 225 milhões em caixa. Contudo, segundo Marquinhos, a maior parte da verba já tem destinações obrigatórias, ou seja, "é carimbada" para obrigações nas áreas de saúde e educação, por exemplo.

Veja Também
Paulo Paim vem a MS reforçar luta contra reformas
Pedro Chaves reitera apoio irrestrito à Operação Lava Jato
Terça, 28 de Março de 2017 - 10h01Trump assina hoje ordem que revoga Plano Energia Limpa Texto vai retirar limites determinados pelo Plano Energia Limpa, adotado durante governo Barack Obama
Pedro Chaves já não é tão favorável à Lava-Jato
Sindicalistas acampam no aeroporto
Domingo, 26 de Março de 2017 - 09h10Com comissões funcionando, Câmara debate reformas trabalhista e da Previdência Comissão especial da reforma da Previdência que está tratando da Proposta de Emenda
Fraude em alimento pode ser crime hediondo
Prefeitura promete mais alvarás a táxis e mototáxis
Supremo nega recurso de Lula para suspender processo da Lava Jato
Câmara está de luto pela morte de ex-presidente da Casa
Square Banner Sicredi
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothShop
DothNews
Rec banner - cirurgia.net
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento