Menu
19 de junho de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Campo Grande

Prefeitura fará plantão para receber IPTU, esperança para pagar salários

Quem pagar o imposto até dia 10 de janeiro terá desconto de 20% no valor total

3 Jan2017Valdelice Bonifácio16h23

A prefeitura de Campo Grande conta com a arrecadação do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) para pagar o restante do 13º de 2016 e ainda os salários de dezembro dos servidores públicos municipais. Tanto que nos próximos sábado e domingo, dias 7 e 8, a central de pagamento de impostos que funciona em prédio anexo à prefeitura estará aberta a partir das 7h30 para receber os contribuintes. Quem pagar o imposto até dia 10 de janeiro terá desconto de 20% no valor total.

O plantão foi anunciado durante entrevista coletiva concedida pelo prefeito Marquinhos Trad (PSD) e dois secretários municipais. Ele informou que recebeu a prefeitura com tão somente R$ 41 milhões para o pagamento de salário, destes R$ 4 milhões foram destinados ao 13º de servidores da área de saúde. Portanto, sobraram apenas R$ 37 milhões em caixa. Porém, somente a folha de pagamento em valor bruto é de R$ 112 milhões. A parte do 13º não quitada pela gestão de Alcides Bernal (PP) soma R$ 19,8 milhões, segundo a equipe de Marquinhos.

O valor esperado do IPTU em pagamentos à vista é de R$ 150 milhões. Se o contribuinte do IPTU corresponder já nos próximos dias, a prefeitura pretende depositar os salários na sexta-feira, dia 6. Do contrário, vai aguardar até 10 de janeiro quando termina o prazo para descontos. “Ninguém vai deixar de receber, mas a data depende da entrada de receita de IPTU. No pior cenário pagaremos no dia 12 de janeiro”, disse o prefeito.

Quando transmitiu o cargo ao prefeito Marquinhos Trad o antecessor Alcides Bernal (PP) informou que estava deixando R$ 225 milhões em caixa. Contudo, segundo Marquinhos, a maior parte da verba já tem destinações obrigatórias, ou seja, "é carimbada" para obrigações nas áreas de saúde e educação, por exemplo.

Veja Também

Câmara quer pressa em apreciar alterações
Reservista do serviço militar poderá atuar como policial voluntário
Biometria para deputados é implementada na Assembleia
ex-governador Cabral vira réu pela 24ª vez
Verba para UBS não sai e abre divergência política
Simone elogia retomada das obras de fábrica de fertilizantes em MS
Educação Ações podem acabar com cursos EaD na área da saúde em MS Medidas foram decididas em audiência pública da assembleia
Eleições 2018 Eleição sem dinheiro de empresários Pela 1ª vez, campanha eleitoral não terá financiamento de empresas
PF pede quebra de sigilo telefônico de Temer e ministros
Senadora de MS sugere Comissão sobre Segurança Pública