Menu
21 de setembro de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Rose no PP

Só depende do governador

Evander Vendramini disse que Rose Modesto vai conversar com Reinaldo Azambuja para definir saída do PSDB

5 Set2019Laureano Secundo12h17

“A vinda da deputada Rose Modesto para o PP só depende de uma conversa que ela espera ter com o Governador até a próxima semana”. Esta foi a afirmação do deputado estadual Evander Vendramini ao confirmar que já estão bem adiantadas as conversas para que a Rose Modesto assuma a direção regional do PP em substituição ao ex-prefeito de Campo Grande Alcides Bernal cuja saída já foi confirmada pela direção nacional do partido.

“Eu só vou assumir a presidência caso a deputada federal Rose Modesto tome a decisão de permanecer no PSDB”. Afirmou Evander Vendramini que também confirmou que a entrada de Rose Modesto no PP poderá ser a garantia que ela precisa para concorrer a prefeitura de Campo Grande. O parlamentar disse, no entanto, que está descartada a possibilidade do ex-prefeito Alcides Bernal voltar a presidir o partido.

Ainda com a relação a deputada Rose Modesto Evander Vendramini disse que ela terá uma reunião com o governador para se assegurar de que a sua saída do PSDB se dê forma não traumática. “A deputada reconhece que tem uma dívida de gratidão com  o partido e a sua saída  ocorre apenas em decorrência  de um conflito de interesses pois ela quer concorrer a prefeitura da Capital e o partido tende a apoiar a reeleição do prefeito Marquinhos Trad”, concluiu Evander Vendramini.

Veja Também

Simone Tebet é eleita a melhor senadora pela 2ª vez consecutiva
Bancada pede à União que reveja cortes de verbas
PF indica que senador e filho receberam R$ 5 milhões ilegais
TRE-MS realiza palestra Elas Debatem Política na Capital
Reforma tributária deve ser votada na CCJ do Senado em 2 de outubro
Délia Razuk, prefeita de Dourados, se filia ao PTB neste sábado
Projeto que amplia posse de arma no campo é sancionado
Parlamento Jovem homenageia educadores nesta terça-feira
'Acabou esse assunto', diz Rodrigo Maia sobre retorno da CPMF
CPI das Fake News analisa plano de trabalho nesta terça-feira